Você sabia que o paulistano passa em média 45 dias úteis do ano preso dentro de um carro?

Parece inacreditável, não? Mas infelizmente é real. São pelo menos 3 horas diárias nos 5 dias

na semana, nas 4 semanas do mês, durante os 12 meses do ano.  Nós da Vitacon não acreditamos que a vida urbana tenha de ser sinônimo de estresse e de tempo perdido no meio trânsito. Por isso, separamos uma listinha com 4 motivos para abandonar o carro (ou ao menos usá-lo como alternativa e não transporte principal).

Por uma vida menos sedentária

O deslocamento pode proporcionar uma boa oportunidade de movimentar o corpo, seja

pedalando, caminhando pelas ruas ou mesmo andando dentro das estações de trens e metrô.

São atividades capazes de melhorar a frequência cardíaca, acelerar o metabolismo e até

contribuir para o fortalecimento dos músculos das pernas.

Evitar gastos com taxas e impostos

Ninguém gosta de saber que junto com o décimo terceiro também vêm os fatídicos gastos

extras do começo do ano. Pois sem carro, parte deles pode ser limada, como o IPVA (que varia

entre 1% a 4% do valor do carro, dependendo do estado), o licenciamento, o DPVAT e a

inspeção veicular (em algumas cidades).

Dizer adeus aos estacionamentos, flanelinhas e afins

Os gastos com estacionamentos em algumas cidades beiram o absurdo. No Rio de Janeiro, as

mensalidades são tão elevadas, que no centro da cidade existem até mesmo vagas de garagem

vendidas por 100 mil reais. E mesmo quem tem estacionamento em casa e no trabalho precisa

se sujeitar vez ou outra a deixar o carro em um estacionamento, seja ao ir ao shopping, a um

restaurante, ou a uma festa. E em eventos grandes a situação é crítica: flanelinhas chegam a

cobrar 150 reais em shows internacionais, e mesmo em partidas de futebol rotineiras, deixar

menos de 10 reais para estacionar em um lugar que é público é praticamente impossível, além

de ser arriscado.

Mudança de humor

Essa é para quem troca o carro pelo bike. Além da diminuição do estresse relacionado ao

trânsito, as endorfinas liberadas pelo exercício contribuem para um relaxamento muscular e

mental que faz os praticantes de atividade física regular verem a vida com outros olhos. O

humor melhora tanto no trabalho como em casa. E um relacionamento melhor com os colegas

proporciona um ambiente de trabalho mais agradável para todos.

0
master
Posts Relacionados