Investimento imobiliário é um bom negócio apenas para investidor tradicional?

5 minutos
|28/06/2019
Investimento imobiliário é um bom negócio apenas para investidor tradicional?
Investimento Imobiliário

Dessa forma, há diversos perfis diferentes. E se você está cogitando investir em imóveis, mas acha que essa modalidade é indicada apenas para perfis mais tradicionais, não deixe de conferir este artigo!

Qual é o seu perfil de investidor?

Alguns são mais ousados e lidam bem com doses maiores de risco se a recompensa for boa, outros preferem a estabilidade. O fato é que existem alguns pontos estratégicos para a definição do perfil, mas o mais importante é considerar sua tolerância ao risco.

A metodologia API, Análise de Perfil do Investidor, que no exterior é conhecida como Suitability, consiste em perguntas rápidas e diretas, considerando não apenas a tolerância para correr riscos, como também outras particularidades que podem interferir na escolha do investimento, como momento da vida do investidor, padrão financeiro, estrutura familiar e etc.

De modo geral, as divisões são realizadas em três grupos com perfis distintos, sendo:

1. Tradicional/Conservador

O investidor com perfil conservador é aquele que preza pela estabilidade acima de tudo – a segurança é o ponto decisivo para as suas ações. Esse tipo de investidor geralmente busca renda fixa, ainda que seu retorno não seja tão alto.

Vale ressaltar que, muitas vezes, o investidor iniciante, que ainda não conhece bem as opções disponíveis no mercado, acaba assumindo esse perfil por insegurança.

2. Agressivo

Totalmente oposto do perfil conservador, o investidor agressivo está sempre disposto a fazer investimentos com mais risco, mas que possam lhe render maior rentabilidade.

Ainda assim, é importante lembrar de que todos os riscos são calculados e avaliados, o que muda é que esse tipo de investidor apresenta maior tolerância e paciência para a chegada dos bons resultados.

3. Moderado

Reunindo características dos dois extremos, nessa categoria está a maior parte dos investidores. Ainda que a pessoa com esse perfil busque segurança, ela está disposta a abrir mão da zona de conforto para buscar uma rentabilidade mais atraente.

A preferência é a renda fixa, no entanto, não vê problemas em aproveitar condições flutuantes, como a taxa de juros, por exemplo. Boas oportunidades de investimento imobiliário também são bastante visadas por ele.

Afinal, investimento imobiliário é um bom negócio para qualquer perfil?

Independência, estabilidade financeira e tranquilidade, quem é que não busca esses objetivos, certo? Se você também acredita que essa é a vida perfeita, é hora de dar um passo adiante e avaliar a modalidade de investimento imobiliário.

Investir em imóveis é considerado um dos tipos de negócio mais seguros do mercado. Isso porque moradia é uma necessidade básica do ser humano, além do que é praticamente nula a possibilidade do seu imóvel desvalorizar a ponto de não compensar o negócio. Sem contar que é um tipo de transação que não exige tanto trabalho de acompanhamento após o investimento inicial.

Nesse contexto, é importante lembrar de que, apesar da instabilidade econômica que o país vem sofrendo há alguns anos, o investimento imobiliário ainda se mantém bastante favorável, e uma das explicações para isso é a estagnação dos preços de insumos, materiais de construção e até de mão de obra, além do aumento da busca por imóveis para locação.

Por tudo isso, independentemente do perfil do investidor, vale a pena investir em imóveis, desde que esse seja um investimento calcado em pesquisa sobre o melhor negócio para você. Esse investimento, quando realizado nessas condições, consegue gerar os benefícios e as condições esperadas tanto por quem tem um perfil mais tradicional, quanto mais moderado ou agressivo.

Investimento imobiliário: compre imóveis e ganhe dinheiro com sua locação

Cerca de 40% dos brasileiros moram de aluguel, esse já é um bom motivo para investir em apartamentos para alugar. Por isso, se não há urgência pelo retorno total do dinheiro, essa é a melhor opção.

Entre as principais justificativas para alugar um imóvel ao invés de vendê-lo, principalmente em tempos de crise, é que, para repassá-lo, seria preciso abaixar o preço consideravelmente para venda imediata. Por outro lado, alugá-lo é uma forma de preservar o imóvel até que os preços voltem ao normal, além de não ter custos, ainda sobra uma renda com o pagamento mensal pela locação.

Pensando pelo lado prático, ao alugar um imóvel você garante benefícios como:

  • Renda extra, contínua e segura todos os meses.
  • Desparalização de seu investimento.
  • Diminuição de custos para manter o imóvel, como IPTU, manutenção, condomínio, etc.
  • Aumento do seu patrimônio.
  • Manutenção de seu imóvel habitável, limpo e bem cuidado.
Compartilhar

Novidades Vitacon

Assine nossa newsletter e acompanhe nossas notícias sempre em primeira mão:

whatsapp