6 aspectos que indicam que 2019 é um bom ano para investir em imóveis

6 minutos
|31/01/2019
6 aspectos que indicam que 2019 é um bom ano para investir em imóveis
Investimento Imobiliário

Realizar investimentos é a melhor opção para quem quer aproveitar as possibilidades de fazer o seu dinheiro render ainda mais, evitando a desvalorização e o gasto com despesas supérfluas. Investir em imóveis é uma das modalidades de investimento mais seguras e rentáveis disponíveis no mercado, sendo que as vantagens que oferece e a grande gama de opções e oportunidades fazem dela uma preferência comum por parte dos investidores.

Apesar disso, o investimento imobiliário também está sujeito à influência de vários fatores externos, sendo que as oscilações da situação econômica do país geram momentos menos ou mais propícios para os investidores de imóveis. Por isso, é importante acompanhar as tendências do mercado e aproveitar os melhores momentos para investir em imóveis, garantindo boas condições para a sua aplicação e potencializando a sua capacidade de lucro com o negócio.

E, para quem pretende investir em imóveis, as projeções para este ano são positivas e trazem boas notícias. A chegada de um novo ano sempre traz a expectativa de realizar bons negócios e aproveitar o ciclo para crescer financeiramente, e a previsão é de que 2019 será um bom momento para concretizar os seus objetivos.

Confira, a seguir, 6 aspectos que indicam que 2019 é um bom ano para o investimento imobiliário e descubra o que esperar do cenário econômico e de aplicações financeiras nestes próximos meses.

Aspectos que indicam que 2019 é um bom ano para investir em imóveis

1. Crescimento da economia brasileira

As previsões para a economia brasileira em 2019 são muito positivas. Segundo os especialistas, o cenário econômico apresenta sinais de recuperação, sendo que o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada apresentou um relatório cujos dados apontam para um crescimento de 2,9% na economia ao longo deste ano.

Outro prenúncio favorável é a expectativa no crescimento do PIB. O ano de 2018 terminou com um crescimento de 1,3% acima do que 2017, e a previsão é que o PIB atinja a marca de 2,5% de crescimento em relação ao ano passado, no fim de 2019. O número pode não parecer muito expressivo, mas em relação ao histórico dos anos recentes – que contou até mesmo com taxas de crescimento negativas nos anos de 2015 e 2016 -, essa é uma previsão bastante animadora.

Para quem está esperando por um bom momento para investir em imóveis, estas são boas notícias. O crescimento da economia brasileira, de forma geral, influencia positivamente em vários aspectos do mercado imobiliário e aponta uma perspectiva positiva para negócios lucrativos e bem-sucedidos neste ramo.

2. Diminuição nas taxas de desemprego

O aquecimento da economia é refletido no crescimento das empresas e na abertura de novos negócios, o que aumenta o número de vagas e diminui as taxas de desemprego no país. Com isso, a população passa a ter mais poder de compra e é capaz de comprar, alugar ou trocar de imóvel com maior facilidade. Assim, muitas pessoas conseguem sair da casa dos pais ou se mudar para um imóvel melhor que o anterior, o que movimenta o mercado e valoriza o ramo imobiliário.

Da mesma forma, o crescimento das empresas e aparecimento de novos negócios aumenta a demanda por imóveis comerciais de todos os tipos. Isto oferece mais possibilidades para quem quer investir em imóveis, sendo outro nicho do mercado imobiliário com boas possibilidades de negócios bem-sucedidos.

3. Taxa de juros controlada

No Brasil, a Selic é a principal taxa básica que regula todas as operações relacionadas ao Tesouro Nacional, regulando várias operações e influenciando diretamente nas linhas de crédito e outras modalidades de investimento. Para 2019, a previsão é que as taxas de juros aumentem, pois a principal perspectiva é que a taxa Selic suba para 8% ao final do ano.

Para quem depende de um financiamento para investir em imóveis, descobrir que as taxas de juro estão subindo é uma péssima notícia, pois significa mais custo para o seu bolso. Apesar disso, é importante lembrar que a taxa Selic está em uma das suas maiores baixas históricas – portanto, mesmo com o aumento da taxa este ano, os investidores ainda devem ser capazes de encontrar ótimas oportunidades de financiamento durante este período de diminuição do juros.

4. Baixa na rentabilidade da poupança

A baixa na taxa Selic influenciou diretamente na queda da rentabilidade da poupança. Esta modalidade de investimento, que normalmente já possui uma das menores rentabilidades do mercado, caiu ainda mais – chegando a 4,55% ao ano. Assim, é um bom momento para retirar o dinheiro da poupança e investir em imóveis por conta da sua rentabilidade mais alta, sendo que, com isso, você é capaz de manter o seu patrimônio protegido enquanto aumenta os recursos da sua família em um negócio seguro e rentável.

5. Queda dos investimentos de renda fixa

Outra opção comum para quem preza pela segurança do seu dinheiro são os investimentos de renda fixa, ou seja, recebe um valor pré-acordado com base nos juros vigentes. Com a queda na taxa Selic, esta modalidade de investimento também passa por uma baixa e tem a sua rentabilidade reduzida, assim como a poupança.

6. Aumento na demanda por imóveis

Com a queda na rentabilidade de várias modalidades de investimento seguras e a previsão de aumento na demanda por imóveis, todos os indícios apontam para um ótimo ano para quem quer investir em imóveis. A queda nas taxas de juros facilita a utilização de financiamento com boas condições de pagamento, aplicando o seu dinheiro em um investimento que mantém o seu patrimônio protegido e oferece retorno financeiro positivo, evitando que ele fique estagnado na poupança com rentabilidade desvalorizada.

O aumento na demanda de imóveis também é positivo, pois significa que você será capaz de encontrar boas oportunidades de negócios antes que os preços aumentem, vendo seu imóvel valorizar em sua propriedade e garantindo que terá interessados para locar ou vender.

O investimento imobiliário pode oferecer muitas facilidades e vantagens aos seus investidores, além de ser uma opção rentável e segura de aplicação financeira. Aproveitar o cenário positivo da economia nacional e do mercado imobiliário para este ano pode ser uma ótima forma de potencializar o seu investimento e tirar o máximo proveito do seu negócio.

Gostou deste artigo e quer continuar aprendendo mais sobre como investir em imóveis de forma segura e lucrativa? Continue acompanhando o nosso blog e até a próxima!

Compartilhar

Novidades Vitacon

Assine nossa newsletter e acompanhe nossas notícias sempre em primeira mão:

whatsapp