Hand shows the numbers 2019 emerging from the network connections.

O ano de 2018 foi palco de grandes acontecimentos no Brasil: Copa do Mundo, eleições presidenciais e o crescimento do mercado imobiliário. Talvez essa última não tenha sido tão noticiada quanto os demais eventos, mas, você está acompanhando essa recuperação, certo? Caso não esteja, vale o aviso: as projeções para o mercado imobiliário 2019 são otimistas!

Depois de enfrentar uma estagnação nos anos anteriores, o mercado imobiliário volta a se aquecer. Modalidades de crédito estão se tornando mais acessíveis. Locar e comprar imóveis passa a ser algo mais facilitado. O cenário macroeconômico também contribui para essa previsão se tornar realidade. Com taxas de juros mais baixas, a tendência é termos mais lançamentos imobiliários!

Pronto para lucrar neste novo ano que está chegando? Neste artigo, confira algumas das expectativas e porque contar com um positivo mercado imobiliário 2019. Acompanhe.

Cenário econômico e o mercado imobiliário 2019

Para 2019, há uma expectativa de oferta de crédito barato para construção e compra de imóveis, permeado por um cenário econômico com taxa básica de juros em torno de 8% ao ano e inflação estabilizada entre 3% e 4%, o que contribui para gerar mais segurança e confiança no investimento imobiliário.

A expectativa de crescimento do PIB também deve impactar positivamente no mercado imobiliário 2019.

A busca por aluguel só crescerá no mercado imobiliário em 2019

Com a economia se recuperando, podem ser esperados resultados interessantes na rotatividade de imóveis. A maior liberdade e a abertura de fundos imobiliários fazem com que o ciclo de aluguel cresça. Apesar de vislumbrarmos ainda o começo desse ciclo no mercado imobiliário 2019, os melhores investimentos podem começar já.

A previsão é de um aumento nos preços dos alugueis. No entanto, esse valor será gradual e acompanhará a oferta. Imóveis comerciais, por exemplo, tendem a registrar maior procura nesse ano que se aproxima, revitalizando o mercado.

Outro aspecto que pode ser resultado dessa recuperação do mercado é a volta de fundos imobiliários físicos. Ou, como você já deve ter ouvido falar, os fundos de tijolo! Isso faz com que o investimento no mercado imobiliário 2019 ganhe diversidade. Galpões comerciais, hotéis – são muitas as categorias para quem pensa em focar nesse mercado para o próximo ano.

É importante considerar que a tendência de crescimento desse ciclo depende de um reequilíbrio das contas públicas – tudo está interligado!

Facilitação dos empreendimentos populares

Em 2018, as incorporadoras que perseveraram na retração dos anos anteriores terão um grande apoio para o ano seguinte. Ao que tudo indica, o mercado imobiliário 2019 pode sofrer um impacto relevante de empreendimentos populares.

Programas como o Minha Casa, Minha Vida, por exemplo, podem compor um quarto do total de empreendimentos de seu negócio. No segmento imobiliário atual, já se trata de uma realidade de mais de metade do mercado. E a tendência é de que esse projeto se solidifique e gere continuidade, sendo base para que outros empreendimentos prosperem.

Legislação mais amigável para o mercado imobiliário

A mudança de governo, no setor econômico, oferece boas perspectivas para o mercado imobiliário 2019. Tecnicamente, o setor se encontra em um final de ano saudável. Entretanto, para que o crescimento possa acontecer, existem leis que devem ser revistas. É o caso da famosa lei do distrato.

Agora em status de aprovação na Câmara dos Deputados, o projeto prevê punições para rescisões por parte do comprador. A rescisão do negócio, antes, era amplamente desfavorável para o vendedor. Com um aumento da taxa de até 50%, o distrato pode agilizar tomadas de decisão cruciais para o segmento imobiliário.

Leis que façam o investimento imobiliário se tornar mais atraente e menos burocrático são bem-vindas e aquecem o mercado. A resolução dos distratos é somente um dos aspectos que podem garantir o bom futuro do mercado imobiliário 2019.

Com um mercado que ganhe maior autonomia para regulação, é possível, inclusive, investir em termos de negociação que falem diretamente com seu cliente.

Imóveis com valor de mercado mais estável

Grandes capitais, como São Paulo, estão, de modo geral, com o valor dos imóveis residenciais novos estáveis desde 2014. Em uma análise tradicional, isso indicaria uma desvalorização. No entanto, isso, na verdade, pode apontar uma tendência que será vista com maior frequência no mercado imobiliário 2019: acessibilidade em imóveis em outras modalidades.

Com uma inflação controlada (4,20% ao ano) e potencial de crescimento na economia, a confiança no mercado imobiliário aumenta. Isso faz com que o consumo possa ser incentivado e fundos imobiliários tornem-se opções ainda mais atraentes para seu cliente.

Como será o mercado imobiliário 2019?

O ano de 2018 foi encarado pelos analistas do mercado imobiliário como um período de lenta – mas gradual – recuperação. E isso não é à toa. Dados do Secovi-SP mostram que, entre agosto de 2016 e 2017, houve um crescimento de 73% na venda de unidades residenciais.

O que ocorreu em 2018 foi uma reação. Uma reação a um período de recessão no qual a locação era praticamente a maior opção de comercialização. Agora, para o mercado imobiliário 2019, o começo do ciclo de vendas é animador.

Legislações de distrato podem ser revistas. Novos modelos e empreendimentos podem ser mais lucrativos. A linha de empreendimentos populares continuará sendo uma base importante para que empresas cresçam e potencializem seus lucros. As possibilidades são muitas!

O país começa em um mandato presidencial novo, com uma equipe econômica cuja ação será decisiva para o mercado imobiliário 2019. É importante ficar atento e agir para obter os melhores resultados com seus investimentos.

Esperamos que você aproveite todas as oportunidades desse ano que está por vir. Qual sua expectativa para o mercado imobiliário de 2019? Deixe sua mensagem nos comentários e conheça as opções de investimento no mercado imobiliário da Vitacon!

0
Rubens Melo
Posts Relacionados