O que levar em conta na hora de fazer um investimento imobiliário?

6 minutos
|17/04/2019
O que levar em conta na hora de fazer um investimento imobiliário?
Investimento Imobiliário

Fazer um investimento imobiliário é a solução encontrada por muitos brasileiros para fazer o dinheiro que está parado em sua conta bancária começar a render. Apesar de todos os benefícios que essa forma de investimento proporciona, é preciso levar em conta diversos fatores para maximizar a lucratividade obtida com a operação.

O mercado imobiliário é conhecido pelos seus baixos riscos e alto potencial de rentabilidade. Porém, isso não significa que qualquer investimento imobiliário será rentável para o investidor. O planejamento que antecede a compra do imóvel para investimento é determinante para que a operação seja um sucesso.

Ao longo deste artigo veremos o que você deve levar em conta na hora de fazer um investimento imobiliário. Acompanhe.

O que levar em conta na hora de fazer um investimento imobiliário?

Orçamento disponível

Antes de começar a investir em imóveis, é essencial ter uma compreensão completa de seu fluxo de caixa. Quanto você possui em sua reserva financeira para iniciar um investimento imobiliário? Qual é o valor que você está disposto a gastar no momento? E até quanto você poderia financiar para complementar a compra?

Essas informações servem como base para guiar o seu investimento. É possível encontrar boas alternativas de imóveis para investir com os valores mais variados – permitindo que você adéque o orçamento disponível às opções encontradas no mercado.

Impacto dos custos contínuos

Além de pagar pelo imóvel, certifique-se de você possui orçamento suficiente para taxas, seguros e reparos gerais. Além dos gastos iniciais, você também terá outras despesas enquanto for proprietário do imóvel – como a substituição dos acabamentos, reparos pontuais ou obras para modernizar o imóvel.

Crescimento da região em que o imóvel está localizado

O potencial de valorização do seu investimento imobiliário faz toda a diferença para maximizar a rentabilidade da operação. Apesar de encontrar bons preços ser importante, é ainda mais importante garantir que a região em que o imóvel está localizado está em crescimento.

A lógica para isso é muito simples: um imóvel que valoriza permite que você cobre mais como aluguel e também possa revendê-lo por um valor superior. Ou seja, são diferentes formas de potencializar a lucratividade da operação.

Metas de investimento

Você está procurando por rápido crescimento de capital ou querendo manter a propriedade a longo prazo? Durante períodos de crescimento, é muito mais fácil renovar propriedades e transformá-las para um lucro rápido. Em tempos econômicos mais lentos, pode levar muitos anos para alcançar o mesmo crescimento.

O mercado imobiliário possui boas oportunidades para todos os perfis de investidores. É possível fazer investimentos de curto prazo, como a compra de um imóvel na planta para vendê-lo logo após o término das obras, e também investimentos de longo prazo, como a compra de um apartamento para locação por tempo indeterminado. Além da mudança no tempo de retorno sobre o investimento, também existem alternativas com os mais variados níveis de riscos.

Compre com sua cabeça, não seu coração

Quando você procura por imóveis para investir, é muito fácil se envolver em emoções. Uma grande e linda casa antiga pode ter uma vista deslumbrante, mas necessitar de diversas reformas e reparos para que fique em condições de ser habitada. Nesse caso, seria mais rentável investir em um imóvel que já está pronto para ser alugado ou vendido.

O foco do investimento imobiliário precisa estar sempre na rentabilidade. Pense no imóvel puramente como uma forma de aplicação do dinheiro – e não deixe ser levado pelas emoções. Imóveis com instalações modernas e menores metragens costumam ser mais vantajosos para gerar uma boa rentabilidade – mesmo que talvez não seja o estilo de imóvel que você moraria com a sua família.

Tempo necessário para gerenciar o investimento

Dependendo do investimento imobiliário que você inciar, pode ser necessário dedicar um bom tempo para o seu gerenciamento. Imagine um investidor que compra um apartamento na praia e precisa gerenciar a saída e entrada de diversas famílias durante o verão. Parece um trabalho desgastante, não é?

E mesmo para os investidores que optam pelo aluguel de longa duração pode ser necessário ter que lidar com manutenções, vistorias, visitas de interessados no imóvel, solucionar problemas dos inquilinos, entre várias outras atividades. Ou seja, é preciso levar em conta todos esses fatores antes de iniciar o seu investimento.

Para contornar todas essas necessidades, entretanto, o investidor pode buscar por parceiros que ajudam no gerenciamento do imóvel. Dessa forma, torna-se possível economizar tempo e garantir que o imóvel esteja alugado na maior parte do tempo.

Satisfação do público

Quando você compra um imóvel para investimento, é preciso criar a visão de que não é você quem irá morar no local. Portanto, você precisa escolher os seus investimentos com base nos aspectos que geram satisfação no público que pode ter interesse no imóvel.

Um apartamento universitário precisa ter características muito diferentes de um apartamento de três quartos localizados em um bairro nobre – que provavelmente possui foco em famílias de classe alta. Sempre leve em conta a satisfação que você pode entregar ao público para garantir que o seu investimento seja um sucesso.

Lucratividade da operação

No fim das contas, o propósito do investimento imobiliário é gerar a maior lucratividade possível, não é? Tenha isso em mente desde o início da operação – criando o hábito de colocar todos os custos do imóvel e estimativas de renda no papel para calcular a rentabilidade que você consegue obter.

Muitos investimentos parecem muito promissores quando são analisados somente de forma subjetiva. Porém, colocando no papel todos os custos envolvidos na operação você nota que o tempo de retorno sobre o investimento é muito alto e que existem outras opções mais rentáveis disponíveis no mercado.

Você já conhecia todos esses aspectos que devem ser levados em conta na hora de fazer um investimento imobiliário? Quais são os fatores que você costuma analisar antes de efetuar a compra de um imóvel? Deixe o seu comentário!

Compartilhar

Novidades Vitacon

Assine nossa newsletter e acompanhe nossas notícias sempre em primeira mão:

whatsapp