O que é e como aplicar o home staging?

5 minutos
|07/07/2019
O que é e como aplicar o home staging?
Investimento Imobiliário

visitaA  a um imóvel pode, muitas vezes, não corresponder às expectativas do comprador. Para que se cause o impacto desejado, surgiu o home staging como uma estratégia de tangibilizar aquilo que a divulgação transmitiu. Com o espaço adaptado e simulado, é possível que o futuro proprietário ou locatário possa ter uma visualização mais clara de seu investimento e de sua vida naquele local.

No artigo de hoje, você saberá mais sobre o home staging, essa estratégia que leva a imagem do imóvel ideal para seu público. Além disso, você irá conhecer algumas dicas para aplicar essa técnica em seu imóvel. Acompanhe a seguir.

O que é home staging?

O home staging começou na década de 1970, nos Estados Unidos. A ideia partiu de uma corretora que precisava de uma forma de surpreender seus clientes. A solução para isso foi o home staging. Por meio dele, o imóvel passa por um processo de reforma ou decoração feita para fotografar e vendê-lo da melhor forma. Essa ideia, lá nos EUA, criou uma tendência que se espalhou em todo o mercado global!

Barb Schwarz, pioneira na prática de home staging, expõe dados interessantes sobre o impacto da estratégia em seu site. Foi descoberto, por exemplo, que a média de tempo até a venda desses imóveis é de 6 dias. Isso representa até 20% a mais das vendas em relação a imóveis que não utilizam-se do home staging.

Aqui no Brasil, a prática do home staging ainda está se desenvolvendo. Lá fora já existem, inclusive, profissionais home stagers, focados em oferecer serviços de decoração e pequenos reparos focados para esse fim.

Apesar de não ser uma função tão presente no nosso mercado imobiliário, é possível implementar o home staging no processo de comercialização de imóveis. Afinal, além de impactar compradores e locatários, uma atenção especial ao ambiente do imóvel pode agregar muito a seu valor.

Como aplicar o home staging em seu negócio?

Para começar, é preciso pensar na primeira impressão. Muitos investidores têm somente uma chance para causar um bom impacto no momento em que clientes interessados surgem. Por isso, é vital que se organize seu espaço de forma impecável.

Seja na modalidade de venda ou de locação, o home staging depende de uma arrumação aguçada. No momento de chamar um fotógrafo para captar as melhores imagens, é importante que ele possa ter um espaço organizado e atrativo para trabalho.

Também é importante identificar os pontos que tornam o imóvel pessoal demais. Sim, pode parecer estranho, mas existe um equilíbrio em fazer com que o home staging seja atraente e neutro. Fotos, quadros, pôsteres, esse tipo de apelo visual deve ser limado. Quando seu potencial locatário ou comprador ver o local, é crucial que ele possa preencher as lacunas de seu estilo ali.

Ambientes mobiliados são um grande atrativo para determinados perfis de compradores. Com o home staging, se tem controle total sobre o espaço físico e o uso dos móveis em cada cômodo. Utilize isso a seu favor. O mesmo vale para a iluminação do ambiente. Espaços abertos com sacada ou uma sala de leitura pedem abordagens diferenciadas.

Como essa técnica tem foco na imagem transmitida, vale a pena investir em um fotógrafo que auxilie nessa montagem. Com base nos perfis de cliente, é possível destacar espaços com a iluminação natural e artificial da melhor forma possível.

Outra ação que transmite uma ideia de amplitude do espaço é o uso de espelhos. Além de ajudar com a iluminação, eles fazem com que cômodos se destaquem.

Por que aplicar o home staging?

Essa técnica não abrange apenas tirar boas fotos e investir em decoração. É importante enxergar o home staging como um lojista vê seu mostruário ou sua vitrine. Ou seja, como uma prática que otimiza o desempenho e a atratividade do imóvel.

A relação de consumo, nas mídias digitais, é mais visual do que nunca. Embora nada substitua certas vantagens da experiência física, o home staging deve pensar nos canais de venda. Portais de imóveis e até mesmo redes sociais da imobiliária são extensões dessa vitrine do home staging. É um cuidado que pode trazer um diferencial!

Tangibilizar um imóvel envolve uma estratégia que o aproxime do comprador/inquilino. O home staging faz com que tanto o investidor quanto o comprador ganhem mais ferramentas de negociação. É possível ver o que está sendo proposto com o imóvel. É possível tornar uma oferta que poderia ser ignorada em algo irresistível de fato.

Você já conhecia o home staging? Já pensou como fazer sua estratégia de marketing ser potencializada com essa técnica? Continue acompanhando a Vitacon e se mantenha atualizado sobre as tendências do mercado imobiliário!

Compartilhar

Novidades Vitacon

Assine nossa newsletter e acompanhe nossas notícias sempre em primeira mão:

whatsapp