Indicadores de valorização de imóvel: o que você precisa saber sobre eles

6 minutos
|26/12/2018
Indicadores de valorização de imóvel: o que você precisa saber sobre eles
Investimento Imobiliário

São muitos os sinais que podem ser percebidos para antecipar a valorização de imóvel. Para os investidores imobiliários, conhecer estes indicadores é uma ótima maneira de se preparar para aproveitar boas oportunidades de negócios conforme as condições do mercado e da cidade vão se transformando.

Entretanto, reconhecer estes indícios nem sempre é uma tarefa fácil, principalmente para quem não tem experiência no ramo, pois a valorização de imóvel pode acontecer como consequência de diversos processos diferentes. As mudanças dentro da cidade podem influenciar profundamente na variação de preço dos imóveis de diferentes bairros, assim como as oscilações na economia interferem de forma universal sobre a valorização do mercado imobiliário nacional.

Por conta disso, é muito comum que os investidores não saibam que indicadores devem analisar para constatar as tendências de valorização de imóvel e desfrutar dos melhores momentos para fazer os seus investimentos. Assim, é importante saber que existem diversos aspectos que você pode observar e que anunciam a tendência de valorização de imóvel, seja de forma geral ou localizada.

Confira a seguir indicadores de valorização de imóvel e descubra como ser um investidor atento pode ajudar no sucesso e rentabilidade dos seus negócios.

O desenvolvimento de áreas da cidade

As cidades são organismos vivos que se transformam ao longo do tempo. O crescimento gradual da cidade expande os limites da área urbana e desenvolve as regiões menos valorizadas de forma progressiva. Desta forma, é possível observar que ao longo dos anos os centros comerciais da cidade se tornam mais volumosos, surgem novas concentrações de pontos com grande movimento de pessoas, e áreas antes pouco ocupadas se tornam bastante utilizadas.

Estas dinâmicas impactam bastante no processo de valorização de imóvel dentro da cidade, sendo que as áreas em processo de desenvolvimento vão progressivamente valorizando as propriedades localizadas no seu território e nos arredores. É possível identificar esta evolução observando a abertura de novos pontos de negócios, a criação de centros de comércio e encontro, e a instalação de infraestrutura urbana de maior qualidade.

A oferta de serviços e comércio, assim como a implantação de pavimentação ou asfaltamento de ruas, de iluminação pública e de mobiliário urbano, como bancos e áreas arborizadas, aumenta o interesse da população em circular naquela área. Assim, estimula a valorização de imóvel das propriedades naquela região e cria uma ótima oportunidade de investimento para os investidores atentos a estas mudanças.

A densificação urbana e a demanda por espaço

O crescimento da cidade também causa outro efeito: a densificação das áreas já bem estabelecidas. Conforme vai diminuindo o espaço disponível na área urbana, além do desenvolvimento de áreas adjacentes ocorre a valorização de imóvel das propriedades localizadas nestes bairros já desenvolvidos.

Estas costumam ser as áreas mais valorizadas da cidade, pois abrigam a maior parte dos serviços e facilidades oferecidos no município, e normalmente estão situadas no centro do território, tendo acesso favorecido para os outros bairros. Assim, o crescimento da cidade é um fator de valorização de imóvel também para as áreas que já estão estabelecidas e possuem infraestrutura.

Os pontos de interesse e a atração do público

Outro fator que pode estimular a valorização de imóvel de áreas específicas da cidade é a abertura de pontos de interesse. Os pontos de interesse normalmente são grandes empreendimentos ou áreas públicas que têm grande poder de atração sobre os habitantes, por oferecerem serviços que geram movimento de pessoas.

Bons exemplos de pontos de interesse são shopping centers, parques públicos, calçadões, e centros comerciais, sendo que até mesmo a abertura de pontos de transporte público pode aumentar significativamente o trânsito de pessoas em uma área. Com a implantação de um ponto interesse na cidade, todo o entorno tende a passar pelo processo de valorização de imóvel nas suas propriedades e se torna uma boa oportunidade de investimento.

As oscilações da economia e o aquecimento do mercado

As variações da economia são a influência externa mais relevante no processo de valorização de imóvel de forma geral. A situação econômica no país interfere diretamente no poder de compra da população e na capacidade das empresas de se manterem e expandirem seus negócios, o que tem reflexos imediatos no mercado imobiliário.

Os momentos de aquecimento da economia estimulam também a movimentação do mercado imobiliário, pois as pessoas têm mais facilidade em alugar e comprar imóveis, além de começar e expandir os negócios. Com este aumento na demanda, a valorização de imóvel também sobe, o que faz crescer o número de transações no mercado imobiliário e o preço das propriedades.

Os períodos de recessão econômica, por sua vez, representam também o resfriamento do mercado imobiliário, com queda na procura por imóveis de todos os tipos. Com isso, cai também a valorização de imóveis por conta da diminuição da demanda. Assim, todos os imóveis passam a valer menos por existirem menos interessados.

A utilização de indicadores de mercado para mensurar a valorização de imóvel

Os indicadores de mercado traduzem as movimentações de vários setores da economia e do mercado, sendo que demonstram as quedas e aumentos dos preços e juros. Assim, podem ser analisados para encontrar várias informações importantes para o ramo do investimento imobiliário e valorização de imóvel.

Desta maneira, é interessante que os investidores imobiliários se familiarizem com alguns indicadores de mercado para acompanhar as variações da economia e do mercado imobiliário, assim como a valorização de imóvel dentro do país. Os indicadores mais relevantes para este ramo de investimento são: o Índice FIPEZAP, o Índice de Valores de Garantia de Imóveis Residenciais Financiados, o Índice Geral do Mercado Imobiliário – Comercial, o Índice Geral de Preços – Mercado, o Custo Unitário Básico da Construção Civil, e a Taxa de juros SELIC.

Aprender a identificar os principais indicadores de valorização de imóvel é uma habilidade valiosa para quem deseja fazer bons negócios no mercado imobiliário. Com um pouco de conhecimento e atenção, é possível aproveitar os melhores momentos para investir em oportunidades incríveis de investimento.

E você, já observava estes sinais para encontrar boas oportunidades de negócio? Continue aprendendo sobre o investimento imobiliário com nosso próximo artigo, e descubra como escolher a sua unidade ao investir em apartamento.

Compartilhar

Novidades Vitacon

Assine nossa newsletter e acompanhe nossas notícias sempre em primeira mão:

whatsapp