7 fatores que influenciam na valorização do imóvel

6 minutos
|06/03/2019
7 fatores que influenciam na valorização do imóvel
Investimento Imobiliário

A valorização está no centro do sucesso dos investimentos imobiliários. Entender como funciona a valorização do imóvel é essencial para o investidor, pois desta forma ele será capaz de avaliar a precificação das propriedades no mercado e analisar as melhores oportunidades disponíveis para o seu negócio.

Apesar disso, muitos investidores não sabem que aspectos deve analisar para identificar o real valor do imóvel, se baseando apenas na opinião de corretores e dos proprietários para realizar suas decisões de investimento. Assim, a falta de conhecimento sobre o funcionamento da valorização do imóvel pode levar a negócios sem sucesso e desfavoráveis.

No entanto, é possível analisar a valorização do imóvel observando algumas características-chave da propriedade e comparando com o resto do mercado. Confira a seguir 7 fatores que influenciam na valorização do imóvel e descubra como identificar as propriedades mais vantajosas para o seu investimento imobiliário.

7 fatores que influenciam na valorização do imóvel

1. Localização privilegiada

Um dos fatores que mais influenciam na valorização do imóvel é a localização da propriedade. Os imóveis situados em áreas privilegiadas se beneficiam do interesse do público em ter acesso àquela região, estando dispostos até mesmo a pagar mais pelas facilidades e vantagens que aquela localização pode lhe proporcionar.

De forma geral, as áreas mais privilegiadas da cidade estão localizadas próximas a locais de interesse da população, como os centros comerciais, shopping centers, universidades, centros de negócios, entre outros. No entanto, é importante também observar quais os pontos mais interessantes para cada tipo de imóvel.

Um imóvel residencial, por exemplo, será mais valorizado em áreas de menor ruído, próximo a facilidades como academia, supermercado, escola, universidade e outros serviços de acordo com as suas características. A valorização do imóvel comercial, por sua vez, costuma ser maior em áreas bem movimentadas e próximo a outros negócios que atraiam o trânsito de clientes, como centros comerciais, calçadões e shopping centers.

2. Qualidade da estrutura

A qualidade da estrutura e dos acabamentos é outro item relevante na valorização do imóvel. A utilização de materiais de alta qualidade eleva o padrão da construção, oferecendo maior apelo estético e conforto para os usuários. Desta forma, a qualidade da edificação em si pode alterar bastante o preço de duas propriedades com características e tamanho similar, porém com padrão de qualidade diferente.

3. Condições de conservação

As condições de conservação do imóvel também costumam ser muito relevantes para garantir a preferência dos clientes. Para o público, a necessidade de reforma ou manutenção da propriedade significa gastos adicionais para que o imóvel fique em boas condições de utilização, o que pode espantar os interessados.

Embora seja um aspecto mais relevante em casos de locação, pois dificilmente o inquilino estará disposto a investir em um imóvel que não é seu, você pode se ver obrigado a negociar o preço e perder rendimento para realizar a venda de uma propriedade que não está em boas condições de conservação – afinal, o novo proprietário terá que investir para reparar o imóvel.

Da mesma forma, existem investidores que utilizam este aspecto para gerar um bom rendimento nos seus investimentos: eles se especializam em escolher propriedades em más condições de preservação para realizar reformas e lucrar em cima da valorização do imóvel.

4. Facilidade de acesso

A mobilidade dentro da cidade vem sendo cada vez mais considerada pelos clientes que buscam imóveis no meio urbano. Mais do que apenas áreas de estacionamento, os usuários estão interessados em encontrar imóveis próximos a pontos de transporte público, com acesso a ciclovias e áreas propícias para pedestres, de forma a ter circulação facilitada dentro da cidade. Com isso, empreendimentos que priorizam a facilidade de acesso dos seus usuários já estão levando em consideração a valorização do imóvel que existe com a acessibilidade.

5. Diferenciais e opção de personalização

Os diferenciais são as características do imóvel que o destacam das outras propriedades similares disponíveis no mercado, sendo capazes de garantir a preferência dos clientes – que estarão dispostos até mesmo a pagar mais pelo conforto e facilidade gerado por estes itens. Assim, os diferenciais influenciam na valorização do imóvel por proporcionar mais funções e itens de comodidade para os usuários da propriedade do que a média do mercado.

Os exemplos de diferenciais podem ser muitos, e são diferentes para cada tipo de imóvel. Para imóveis residenciais, a presença de uma piscina ou área gourmet pode ser um diferencial interessante para os clientes. Em imóveis comerciais, grandes áreas de vitrine ou um projeto de fachada atraente também pode atrair mais interessados para a sua propriedade.

6. Segurança dentro da cidade

Os altos índices de crime e violência dentro dos centros urbanos tem feito com que a segurança se torne um item vital na valorização do imóvel. Tanto para imóveis comerciais quanto residenciais, a localização em áreas com índices mais baixos de criminalidade costuma valorizar bastante a propriedade em relação a imóveis similares situados em regiões consideradas mais perigosas.

A infraestrutura pública de segurança, como iluminação e câmeras de vigilância, também é um fator bastante observado neste quesito. Da mesma maneira, as estratégias de proteção do próprio imóvel são itens de valorização relevantes, sendo que a presença de câmeras, cercas elétricas, portarias e rondas de vigilância, por exemplo, são aspectos muito requisitados principalmente em cidades de maior porte para a proteção dos usuários e dos bens da propriedade.

7. Inovação e tecnologia

A aplicação de tecnologia na arquitetura vem sendo o diferencial mais requisitado para a valorização do imóvel, uma vez que é uma das tendências em voga no mercado imobiliário. Com isso, empreendimentos e propriedades que utilizam soluções tecnológicas para aumentar o conforto dos usuários do imóvel estão entre as mais valorizadas, se destacando na preferência dos clientes. A tecnologia é utilizada desde para facilitar a realização de tarefas diárias até para controlar melhor a qualidade dos ambientes internos e aumentar o bem-estar das pessoas dentro da propriedade.

Entender o processo de valorização do imóvel é essencial para qualquer investidor. Desta forma, você é capaz de identificar as melhores oportunidades do mercado e aumentar seu potencial de sucesso e rentabilidade nos negócios.

Gostou deste artigo e quer aprender mais sobre como investir em imóveis? Confira nosso próximo post chamado “Indicadores de valorização do imóvel: o que você precisa saber sobre eles” e continue descobrindo tudo sobre o investimento imobiliário!

Compartilhar

Novidades Vitacon

Assine nossa newsletter e acompanhe nossas notícias sempre em primeira mão:

whatsapp