Quais as regras de convivência em empreendimentos coliving?

5 minutos
|20/10/2019
Quais as regras de convivência em empreendimentos coliving?
Cidade Colaborativa

Os empreendimentos coliving estão super em alta! Imagine só: morar em belos e modernos prédios, em bairros bem localizados, em apartamentos otimizados, com diversas comodidades de lazer e de serviços, com trocas de experiências riquíssimas e tudo isso a um valor competitivo – é bom demais, certo?

Vantagens como essas têm feito os empreendimentos coliving crescerem no país, atraindo públicos de todas as faixas etárias e com perfis bastante diversos.

No entanto, algumas pessoas ainda têm certos receios quanto à organização e à privacidade nesse tipo de ambiente. Por isso, é importante ter em mente que, além do espaço de moradia, nesse tipo de empreendimento, direitos, deveres e experiências também são compartilhados. E, assim como em moradias mais tradicionais, pequenas atitudes no dia a dia têm grande impacto na boa convivência e na qualidade de vida de todos.

A seguir, confira algumas recomendações e regras que ajudarão a tornar a convivência e a experiência em um coliving tranquila, harmônica e positiva para todos. Acompanhe.

Como conviver bem em empreendimentos coliving?

1. Esteja aberto para interagir com seus vizinhos

Um dos princípios dos empreendimentos coliving é a troca de experiências. Portanto, saber ouvir o outro e estar aberto para momentos de interação com seus vizinhos é importante. Essa prática irá enriquecer bastante sua vivência nesse espaço, gerando aprendizado e trazendo novas amizades.

2. Cuide dos equipamentos e utensílios como se fossem seus

Nos empreendimentos coliving, diversos equipamentos e utensílios são de uso compartilhado. Para que seus vizinhos e mesmo você possa utilizá-los em uma próxima ocasião, é importante cuidar de tudo como se fosse seu, evitando acidentes, avarias e mau uso. Assim, todos saem ganhando e podem desfrutar dos recursos do prédio.

3. Respeite a privacidade dos vizinhos

Naturalmente, nos empreendimentos coliving, a interação social pode ser intensa, no entanto, pode haver momentos em que algum vizinho prefira ficar só em seu apartamento. Não fira essa opção dele. Certamente, haverá outros momentos para conversarem e se divertirem juntos!

4. Na academia, aja amigavelmente

A academia costuma ser um dos espaços de maior fluxo nos empreendimentos coliving, afinal, a prática de exercícios físicos é benéfica para corpo e mente. No entanto, para que todos possam ter a melhor experiência nesse ambiente, é importante que agir de modo amigável e responsável.

Por exemplo, evite monopolizar os equipamentos, faça pausas entre suas séries e, se tiver alguém aguardando, sugira o revezamento do aparelho. Devolver pesos, colchonetes e outros itens ao seu local também é uma boa prática. Ah, e não esqueça de utilizar uma toalha entre seu corpo e os equipamentos e de limpá-los após o uso, ok?

5. Respeite as normas quanto ao período de silêncio

Não é porque você mora em um coliving que certas regras básicas de convivência não precisaram ser respeitadas, certo? E uma delas diz respeito aos períodos de silêncio: siga as recomendações e não faça barulhos após o horário estipulado.

6. Evite fazer comentários maldosos sobre seus vizinhos

Em um ambiente comum, essa prática já é nociva, imagine em um espaço compartilhado! Por isso, para que a convivência seja sempre a melhor, evite fofocas e comentários maldosos. Use sua energia para conversas positivas e produtivas, os resultados serão os melhores para todos!

7. Seja consciente com o uso da piscina

A piscina é, mesmo, um excelente refúgio nos dias de calor, certo? Mas, para que a convivência de todos seja positiva, é importante seguir algumas recomendações. Por exemplo: procure utilizar protetor solar em versões à prova d’água – isso porque o produto pode soltar gordura e sujar a piscina, além de causar incômodo para outros usuários do espaço. Ainda, não corra em volta da piscina ou deixe lixo no local, nem entre molhado no elevador.

8. Respeite os critérios de agendamento

Nos empreendimentos coliving, o uso de alguns espaços ou equipamentos demanda um agendamento prévio. Pense sempre antecipadamente sobre suas necessidades de uso e evite dar “jeitinhos” de passar na frente de alguém, ou de tentar utilizar o recurso sem agendamento.

9. Siga as regras de limpeza e organização dos ambientes

Nada pior do que ter agendado o espaço gourmet ou o salão de festas, chegar lá com seus convidados e tudo estar sujo e bagunçado, não é mesmo? Utilize aquele princípio de agir como você gostaria que agissem com você.

Se houver alguma regra sobre a limpeza ou a organização dos espaços compartilhados, siga e evite transtornos para todos.

10. Seja sustentável

Um dos princípios do coliving é a economia de recursos naturais. Por isso, empreendimentos nesse padrão adotam práticas sustentáveis, como a separação do lixo, o desenvolvimento de hortas orgânicas, o uso compartilhado de lavanderia, entre outras.

Assim, em seu apartamento privado ou nos espaços compartilhados, busque adotar sempre uma postura sustentável. Por exemplo, não desperdice água, energia elétrica ou jogue o lixo no chão ou em local impróprio. Essas são ações simples, mas que exercem grande impacto para a boa convivência e para o meio ambiente.

Os empreendimentos coliving têm diversas vantagens e algumas contrapartidas básicas de comportamento para a convivência harmoniosa entre seus moradores. Não é difícil seguir essas regras, não é mesmo?

Você já conhecia essas regras e recomendações de convivência em empreendimentos coliving? Tem alguma outra dica para estimular um convívio positivo entre os moradores desses espaços? Deixe sua mensagem nos comentários e, se você ficou interessado nesse tipo de empreendimento, conheça o VN Consolação, empreendimento da Vitacon com coliving!

Compartilhar

Novidades Vitacon

Assine nossa newsletter e acompanhe nossas notícias sempre em primeira mão:

whatsapp