Quanto do seu apartamento em São Paulo você realmente usa?

5 minutos
|28/11/2018
Quanto do seu apartamento em São Paulo você realmente usa?
Carreira

Morar em um apartamento em São Paulo com diversos cômodos e a maior metragem possível já foi o desejo de muita gente. No entanto, nos últimos anos, fatores como o encolhimento das famílias, o alto custo do m², a falta de segurança e o tempo demandado para organizar e manter em boas condições desse tipo de imóvel tem feito com que opções mais compactas conquistem a preferência de muitos.

Para quem é locatário, morar em um apartamento em São Paulo que seja maior do que o necessário pode ser uma verdadeira dor de cabeça. Sabe-se que o custo de vida na cidade pode ser um pouco alto. E imóveis com esse perfil, naturalmente, também costumam ter um valor de aluguel mais elevado, o que prejudica o orçamento e as possibilidades de outros investimentos.

E, ainda, é preciso dar conta de decorar, organizar, limpar e reformar todo esse espaço. Assim, para evitar problemas como esses, é necessário avaliar quanto do seu apartamento em São Paulo você realmente usa.

Para ajudá-lo nessa reflexão, confira nossas dicas a seguir!

Será que você realmente usa bem os espaços de seu apartamento em São Paulo?

Se você está em dúvida se o local onde mora é realmente adequado às suas necessidades, avalie:

1. Quanto tempo você fica em seu apartamento em São Paulo?

Se você é como a maioria, se dividindo entre trabalho, estudo e momentos de lazer, provavelmente, deve passar pouco tempo em seu apartamento em São Paulo, certo?

De fato, conforme uma pesquisa, passamos cerca de 82% de nosso tempo na rua. Sendo assim, você não deve utilizar por longos períodos seu espaço de moradia, o que torna apartamentos maiores uma alternativa pouco custo-eficiente. Para esses casos, os apartamentos mais compactos apresentam grande match!

2. Será que você realmente precisa de uma cozinha grande?

Apartamentos maiores, comumente, contam com espaços equivalentes a uma cozinha e a uma sala de jantar. Se você recebe diariamente visitas para almoços e jantares mais extensos, pode, de fato, fazer bom uso desses ambientes.

No entanto, se essa não é sua realidade, você não precisa ter esses ambientes internalizados ou ocupando uma área grande de seu apartamento em São Paulo.

Como alternativa, há prédios que oferecem um espaço de cozinha interna mais compacto e, ainda, um ambiente gourmet super bem equipado e compartilhado entre seus moradores, para usar quando precisar.

3. Ter uma área de lavanderia dentro do apartamento é realmente vantajoso?

Conforme levantamento, lavar roupa em casa pode ser bem mais caro – e demandar maior consumo de água – do que fazê-lo em uma lavanderia.

E se você mora sozinho ou com mais uma pessoa, esse custo pode ser ainda maior ao manter uma máquina de lavar e de secar. Além, claro, de esses equipamentos demandarem um espaço expressivo em seu apartamento em São Paulo.

Se você quer ser mais sustentável, reduzindo seu consumo de água e, de quebra, seu custo com esse recurso, ter uma lavanderia compartilhada faz bem mais sentido do que tê-la internalizada em seu apartamento.

4. Será que é um bom negócio ter uma sala grande?

Uma sala grande demanda tempo e investimento para decoração e manutenção de sua organização. Se você passa boa parte do tempo fora ou mesmo em seu quarto, provavelmente não utiliza tanto a sala a ponto de justificar ter esse ambiente ocupando uma grande área de seu apartamento em São Paulo.

5. Seu espaço para receber visitas atende suas expectativas?

É importante avaliar se o espaço de seu apartamento é adequado para receber suas visitas. Será que ele comporta um encontro maior? Ele está bem equipado para um happy hour? Oferece conforto para todos?

Nessa hora, é válido avaliar as opções oferecidas por prédios que aplicam conceitos de coliving. Neles, você poderá encontrar lounges, salões de festas, áreas com piscina, espaços gourmet e outros super bem equipados, modernos e com todo o conforto para receber amigos, clientes ou familiares.

6. Seu apartamento é seguro?

Muitas vezes, deixamos de aproveitar a estrutura do condomínio, ou mesmo ficamos pouco tempo sozinhos em casa por medo da insegurança.

Para realmente usufruir de todos os benefícios de seu apartamento em São Paulo, é fundamental se sentir protegido e seguro. E, para isso, seu prédio deve contar com soluções como portaria 24 horas, sistema de câmeras, monitoramento remoto e um sistema de acesso interno que seja rígido e não vulnerável.

7. Seu apartamento oferece boas opções de lazer?

Prédios mais antigos, comumente, não apresentam boas – ou modernas – opções de lazer. Se o seu apartamento em São Paulo tem apenas um salão de festas ou uma pracinha precária para as crianças, você, provavelmente, não consegue ter bons momentos de lazer dentro do condomínio.

Como alternativa, há apartamentos em São Paulo com outra proposta, e espaços com piscina, deck molhado, praça na cobertura, bicicletário, jardim zen, entre outras boas opções de lazer estão disponíveis sem nem mesmo precisar sair de casa.

Se na sua vida pessoal e profissional você busca sempre o melhor e não se acomoda, por que na hora de escolher onde morar isso seria diferente? É sempre importante analisar o que o mercado oferece de melhor, compreender quais são suas prioridades e reais necessidades para, então, tomar a melhor decisão.

E então, já descobriu quanto do seu apartamento em São Paulo você realmente usa? Já decidiu se um apartamento compacto com serviços e espaços compartilhados é uma boa pedida? Deixe sua mensagem nos comentários!

Compartilhar

Novidades Vitacon

Assine nossa newsletter e acompanhe nossas notícias sempre em primeira mão:

whatsapp