Fundo de investimento imobiliário é um bom negócio para investimento?

5 minutos
|14/02/2019
Fundo de investimento imobiliário é um bom negócio para investimento?
Investimento Imobiliário

O fato é que o fundo de investimento imobiliário pode ser fonte de oportunidades financeiras valiosas para investidores – tanto iniciantes quanto veteranos. Ao mesmo tempo, podem existir opções de investimento que não são recomendáveis para cada perfil, por isso, como em qualquer outro tipo de investimento, é preciso conhecimento sobre o produto em questão.

Mas, então, será que o fundo de investimento imobiliário é mesmo um bom negócio? Acompanhe o artigo a seguir e saiba mais sobre como essa pode ser uma ótima opção para diversificar sua carteira. Confira.

Um fundo de investimento imobiliário gera rentabilidade atrativa

A segurança ao investir em empreendimentos imobiliários costuma ser levantada como vantagem dessa modalidade. Certamente você já ouviu esse argumento ao adquirir um imóvel ou em uma oportunidade de investir em um empreendimento imobiliário. No entanto, é preciso entender melhor como o fundo de investimento imobiliário, de fato, pode gerar rentabilidade maior com o tempo.

De acordo com dados do índice Fipezap, a variação do preço do imóvel atingiu, em 10 anos, mais do que o dobro (235,5%). Comparando com outras formas de fundos de investimento, como investimentos na bolsa, por exemplo, há uma rentabilidade a longo prazo maior. Isso faz com que o fundo de investimento imobiliário torne-se uma opção interessante para quem busca resultados no longo prazo.

A acessibilidade do fundo de investimento imobiliário é maior do que nunca

Há um temor por parte de alguns empreendedores iniciantes em relação a fundos de investimento imobiliário por desconhecerem o mercado. Administrar ativos ou ter acesso a informações sobre o mercado de imóveis, para muitos, parece algo complexo e fora da zona de conforto que outras linhas de investimento conferem. Na verdade, o cenário é bem diferente disso e muito mais acessível.

Em fundos de investimento imobiliário, a estrutura já conta com gestores responsáveis por toda a operação que envolve os empreendimentos em que o investidor aplicará seu capital. Ou seja, detalhes administrativos que vão desde o aluguel de um condomínio até a desocupação e o acerto de contas torna-se responsabilidade de um especialista.

Desse modo, com gestão especializada, o fundo de investimento imobiliário ganha muito em acessibilidade. Além disso, ter um fundo de investimentos imobiliários permite que pequenos investidores possam ter sua parte em empreendimentos que poderiam ser inacessíveis de outra maneira. Empreendimentos residenciais, comerciais, hotéis e demais imóveis são algumas das possibilidades.

O fundo de investimento imobiliário oferece condições facilitadas

Uma grande vantagem que torna o fundo de investimento imobiliário um bom negócio está em suas condições facilitadas. Caso o investidor invista menos de 10% das cotas de um fundo, ele está livre do pagamento de impostos que reincidiriam sobre o investimento.

Outro benefício dos fundos de investimento imobiliário está em sua liquidez. As cotas dos fundos de investimento imobiliário são negociadas na Bovespa. Diferentemente de fundos de investimento em participação, os valores podem ser resgatáveis em prazos menores. Isso faz com que perfis mais conservadores tenham o necessário para darem seu primeiro passo nessa modalidade de investimento.

Há uma diversidade de atuação no fundo de investimento imobiliário

Na compra de um terreno para venda ou aluguel de um imóvel, é preciso acompanhar todas as etapas do desenvolvimento. Somente após o final desse ciclo, o investidor poderá negociar com seu ativo. Já o fundo de investimento imobiliário não só livra o investidor dessas obrigações, como também diversifica sua atuação.

Os ativos disponíveis no fundo de investimento imobiliário encontram-se em diferentes fases de projeto. Isso envolve:

  • Formação de terreno – ativos prontos para o desenvolvimento do projeto arquitetônico.
  • Desenvolvimento – ativos imobiliários em fase de aprovação do projeto.
  • Pré-lançamento – ativos já em fase inicial para serem colocados à venda no mercado.
  • Imóveis na planta – ativos já com registro aprovado para incorporação.
  • Imóveis finalizados – ativos já eximidos dos riscos de aprovação e construção das etapas anteriores. Podem ser revendidos (direta ou indiretamente) ou reformados para novos projetos.

Um dos grandes fatores que fazem com que o fundo de investimento se torne uma boa opção nesse caso é a diversificação dentro da mesma categoria. Dependendo da etapa em que o ativo se encontra, o investidor tem diferentes estimativas de risco, retorno e prazo.

Com essa diversidade, diferentes perfis de empreendedor podem investir nas diferentes fases do fundo de investimento imobiliário. Imóveis já em fase de pré-lançamento, por exemplo, costumam oferecer um retorno dentro da média e de baixo risco. Já ativos ainda na fase inicial de formação de terreno geralmente têm um alto retorno, porém um maior risco e prazo que justificam esse possível resultado.

Ainda, é importante que o fundo de investimento imobiliário deixe clara sua finalidade ao investidor. Fatores como valor de aluguel ou probabilidade de sucesso da venda (no caso de intenção em revender) podem ser fatores decisivos na aquisição de um fundo de investimento imobiliário por parte do investidor.

Você gostaria de saber mais sobre como o fundo de investimento imobiliário pode ser uma ótima oportunidade de negócios? Não deixe de conhecer as opções oferecidas pela Vitacon. Saiba mais sobre as soluções completas e eficientes para começar agora mesmo a investir de forma inteligente!

Compartilhar

Novidades Vitacon

Assine nossa newsletter e acompanhe nossas notícias sempre em primeira mão:

whatsapp