quais-os-riscos-de-um-investimento-imobiliario-errado

Realizar um investimento imobiliário pode ser uma ótima forma de colocar o seu dinheiro em uma aplicação segura e rentável, que mantém o seu dinheiro protegido e possui potencial de gerar retorno financeiro para aumentar ainda mais o seu patrimônio. No entanto, como em qualquer outro tipo de aplicação financeira, o investimento imobiliário envolve alguns riscos que devem ser levados em consideração na hora de fechar um negócio – e, neste contexto, conhecer estes problemas é essencial para evitar maus investimentos, que podem gerar prejuízos.

Por isso, é muito importante que os investidores estejam conscientes dos contratempos que acontecem para que possam se preparar para lidar com todos os problemas possíveis e evitar prejuízos – mantendo sempre seus negócios bem-sucedidos e rentáveis. Com um planejamento correto, é possível evitar estes percalços e garantir que a sua aplicação se mantenha segura e lucrativa.

Confira, a seguir, os principais riscos que um investimento imobiliário errado pode oferecer para a sua aplicação.

Precificação errada

Um bom investimento sempre deve começar com um preço justo. Por esta razão, é muito importante que os investidores saibam como precificar o objeto de sua aplicação, garantindo que não paguem uma quantia maior do que o imóvel realmente vale. No que se refere ao mundo do investimento imobiliário, os aspectos que influenciam o preço do investimento são variados.

A localização do imóvel em áreas valorizadas é um dos principais fatores que aumentam o seu valor, mas também a idade da construção e a qualidade dos acabamentos são bastante relevantes. Assim, é interessante buscar aprender os critérios que atuam sobre a precificação dos imóveis para saber reconhecer quais têm um valor real maior do que outros.

Uma boa forma de ter noção do real valor do imóvel a ser adquirido é fazer uma pesquisa de mercado: analise o preço de imóveis similares na mesma área em que o seu potencial investimento se encontra, ou em similares. Comparando os valores destes imóveis com o que está cogitando comprar, você pode ter uma base para decidir se o preço é justo ou não.

Oscilações do mercado

O investimento imobiliário, assim como outra aplicação financeira, sofre influência direta de aspectos externos. Por isso, analisar as movimentações do mercado é essencial para realizar um bom negócio. Procure avaliar os índices e indicadores de mercado, inflação, juros e confiança do consumidor, entre outros, para definir se a economia está indicando um bom momento para a sua aplicação antes de realizar o investimento. A falta de planejamento na realização de um investimento imobiliário pode ser o maior inimigo de um investidor.

Baixa liquidez do investimento imobiliário

Uma das maiores vantagens do investimento imobiliário é que esta é uma aplicação segura, porque o imóvel mantém o seu valor. No entanto, por serem bens que necessitam de um capital inicial alto para sua aquisição, no geral, imóveis possuem uma liquidez baixa em comparação a outros tipos de investimento.

Com isso, se você vier a necessitar do valor investido, resgatar o seu dinheiro rapidamente pode não ser uma tarefa fácil – até porque a venda de um patrimônio envolve burocracia. Desta forma, você pode vir a ter que aceitar vender o seu imóvel a um preço abaixo do mercado, para recuperar o dinheiro rapidamente, ou esperar por tempo indeterminado até que apareça um comprador disposto a adquirir o seu bem pelo preço esperado.

No entanto, isso pode significar mais do que perda de rentabilidade para o seu investimento, pois é possível que você tenha que lidar com prejuízo. Assim, lembre-se sempre que a realização do seu investimento imobiliário não deve nunca comprometer as suas finanças.

Vacância e inadimplência

Nos casos de investimento imobiliário cujo objetivo é gerar renda com a locação, você deve sempre considerar que encontrar pessoas interessadas em alugar o imóvel pode demorar mais do que o planejado. Enquanto o imóvel está vago, as despesas que ele gera serão sua responsabilidade. Desta forma, não apenas você estará deixando de ganhar a renda, mas também deverá aplicar mais dinheiro para manter o investimento.

Existem, também, os casos de inadimplência, em que o locatário não paga o valor do aluguel em dia – o que também pode causar imprevistos por você não receber o seu dinheiro no prazo esperado. Por isso, é importante considerar estas possibilidades e manter uma reserva financeira que garanta que este tipo de imprevisto não comprometerá o rendimento da sua aplicação.

Despesas excessivas

Ao realizar um investimento imobiliário, você deve ter em mente que manter um imóvel pode significar despesas adicionais para o seu bolso, além do custo inicial de aquisição do bem. Podem ser necessárias manutenções para manter as instalações funcionais, ou reparações do acabamento para que o imóvel se mantenha apresentável.

Além disso, quando o imóvel passa por períodos de desocupação, você também será responsável pelo pagamento do IPTU e condomínio, por exemplo. Por isso, é importante, antes de investir, calcular essas potenciais despesas para garantir que você terá capacidade de manter o imóvel, sem o risco de perder seu investimento.

Desvalorização

Assim como é importante analisar se o preço do imóvel está justo para o momento de aquisição, antes de realizar um investimento imobiliário, você deve analisar o potencial de valorização do mesmo. Os mesmos critérios se aplicam, mas pensados em relação ao futuro. Por exemplo, o desenvolvimento da área em que o imóvel se encontra pode resultar em um grande aumento do seu valor, enquanto a decadência do bairro causa o efeito contrário.

A desvalorização do imóvel pode acarretar não somente na diminuição da rentabilidade do seu investimento, mas também em prejuízo para as suas operações. Portanto, busque sempre visualizar o potencial futuro do imóvel antes de investir.

O correto planejamento antes da realização de um investimento imobiliário é essencial para que os seus negócios sejam sempre bem-sucedidos. Por isso, é importante conhecer os possíveis contratempos para estar preparado, evitar perdas e lidar com quaisquer contratempos que possam vir a acontecer.

Você já conhecia os principais riscos do investimento imobiliário? Já teve alguma experiência com algum deles, ou tem dicas de como evitá-los? Conte para nós nos comentários e atá ap

0
master
Posts Relacionados