Com oito empreendimentos novos, Vitacon quer chegar a R$ 1 bi em vendas em 2023

0 minutos
|25/09/2023
Com oito empreendimentos novos, Vitacon quer chegar a R$ 1 bi em vendas em 2023
Na mídia

A incorporadora <b>Vitacon</b>, conhecida por lançar studios nos bairros mais cobiçados de São Paulo, está otimista para 2023 e pretende dobrar as vendas do primeiro semestre, superando a marca de R$ 1 bilhão em valor geral de vendas (VGV) até o final do ano. O valor seria recorde na história da empresa, com uma alta de 42% frente ao ano anterior.

Para alcançar a cifra, a Vitacon está acelerando o ritmo dos lançamentos. Foram três na primeira metade do ano, e devem acontecer mais cinco até dezembro. A decisão de aquecer os motores veio na esteira da primeira redução em três anos da taxa básica de juros, a Selic. A decisão, tomada pelo Banco Central em agosto, não tem efeito imediato nos juros do mercado imobiliário, mas já é suficiente para deixar os investidores animados e aumentar as expectativas dos incorporadores.

“Estamos muito otimistas vendo uma movimentação dos clientes de volta ao mercado imobiliário. É um movimento conhecido: quando os juros começam a cair, a procura pelos imóveis sobe. É inversamente proporcional”, avaliou <b>Ariel Frankel, CEO da Vitacon</b>, em entrevista à <b>EXAME Invest</b>.

Frankel lembra que o ciclo do mercado imobiliário dura em torno de três a quatro anos. A vantagem da empresa, neste caso, é lidar com imóveis novos. Ao comprar um apartamento na planta ou um lançamento, o cliente busca o médio e o longo prazo. “Agora é uma boa hora para alocar o patrimônio em imóveis”, defende.

 

Ano da expansão

Os três empreendimentos já lançados pela Vitacon este ano tem um ticket médio de R$ 500 mil, com metragem que varia entre 17 m² e 25 m² no caso dos studios, e de 42 m² até 138m² no caso dos apartamentos de um e dois dormitórios. Dois dos condomínios estão nas regiões favoritas de atuação da Vitacon, entre os Jardins e a Faria Lima. Já o terceiro foi lançado em Santo Amaro, na Zona Sul da capital paulista.

Entre os próximos passos, o projeto com maior potencial é o da avenida Brigadeiro Luís Antônio, que vai ocupar um terreno de 4 mil m², a menos de 1 quilômetro da Avenida Paulista, no centro da cidade. “É um grande projeto que estamos colocando na rua mês que vem. Ele tem potencial para transformar o bairro”, disse. Serão unidades studio e de 1 e 2 dormitórios, e a expectativa é de um volume de vendas de R$ 300 milhões – quase duas vezes superior à média dos lançamentos do início do ano.

Na mesma região, a incorporadora pretende lançar este ano um empreendimento na Alameda Jaú, apenas para studios, e outro no Itaim Bibi, na Zona Oeste, também focado nos apartamentos compactos, de até 33 m².

Para fechar os cinco novos lançamentos do ano, a Vitacon está planejando dois empreendimentos em conjunto com a Housi, startup que nasceu dentro da incorporadora em 2019. A Housi oferece a gestão do condomínio com um diferencial de serviços integrados, que vão dos já tradicionais mercado e lavanderia até carro por assinatura e adega. A Vitacon planeja dois lançamentos com a empresa-irmã em 2023, um na Paulista e outro no bairro de Perdizes, na Zona Oeste de São Paulo.

Compartilhar

Novidades Vitacon

Assine nossa newsletter e acompanhe nossas notícias sempre em primeira mão:

whatsapp