10 espaços compartilhados nos colivings

5 minutos
|21/12/2019
10 espaços compartilhados nos colivings
Millennial Trends

coliving é uma das maiores tendências de moradia urbana: a forma prática, acessível e descomplicada de se viver vem ganhando cada vez mais adeptos no Brasil e no mundo. Afinal, espaços compartilhados equivalem a uma prática da economia colaborativa, que fortalece o consumo e o convívio de maneira consciente, diminui os desperdícios e, ainda, incentiva a troca de experiências.

Coliving é, basicamente, um lugar no qual diferentes pessoas dividem a mesma moradia ou as áreas de convívios e serviços. Ao aderir a esse conceito, ganha-se mais qualidade de vida, convívio social e opções qualificadas de moradia, geralmente com localização privilegiada e a um valor muito mais competitivo.

Aqui no Brasil, os jovens e universitários foram os precursores desses espaços compartilhados e estilo de moradia. Mas, atualmente, outros públicos já demonstram interesse nessa proposta, como executivos, jovens casais, famílias e investidores imobiliários.

Por isso, os empreendimentos que oferecem espaços compartilhados estão se diversificando e oferecendo opções cada vez mais abrangentes e personalizadas para esses perfis.

Neste artigo, saiba mais sobre os espaços compartilhados nos colivings e conheça alguns desses ambientes que já são disponibilizados por empreendimentos com essa proposta. Acompanhe.

Coliving: proposta de espaços compartilhados

Quem é que não gostaria de ter ambientes e serviços modernos, seguros e práticos dentro de casa ou no próprio condomínio? Prédios com espaços e serviços compartilhados estão diretamente alinhados aos valores e interesses atuais das pessoas. Questões como sustentabilidade, qualidade de vida, troca de experiências, otimização de tempo e de espaço estão presentes nessa proposta.

E, ao contrário do que alguns pensam, esse tipo de empreendimento é bem planejado, confortável, moderno, seguro e pode até mesmo ser bastante luxuoso.

Exemplos de espaços compartilhados nos empreendimentos coliving

A seguir, conheça alguns exemplos de espaços compartilhados nesse tipo de proposta.

1. Academia

Sabemos que, com a correria do dia a dia, nem sempre sobra tempo e disposição para praticar exercícios físicos. Mas, com uma academia com bons aparelhos pertinho de você, realizar atividades físicas regularmente fica mais fácil.

Nos coliving, as academias tendem a ser bem equipadas e modernas, o que favorece ainda mais a utilização desse serviço que faz tão bem ao corpo e à mente. Há empreendimentos que disponibilizam, inclusive, personal trainers para facilitar ainda mais a rotina dos frequentadores.

2. Bicicletário

Um lugar compartilhado para guardar a sua bike ou até mesmo para reunir bicicletas disponíveis para usar e depois devolver podem marcar o início de uma etapa de sua vida mais sustentável, humana e saudável. Isso já é realidade nos empreendimentos coliving.

3. Sala de jogos

Um dos principais requisitos da economia colaborativa é a convivência e a troca de experiências, e o salão de jogos é o lugar ideal para uma conversa informal nas horas de descanso e lazer.

Nas propostas mais modernas, há sala de jogos segmentada para adultos e crianças, o que torna a experiência do compartilhamento mais adequada e prazerosa para todos.

4. Lavanderia

Optar por lavar roupas em uma lavanderia é uma iniciativa sustentável, já que, assim, se utiliza menos do que o dobro de água. Se a lavanderia for localizada dentro do próprio prédio, por exemplo, os custos podem ser ainda menores, pois não é necessário gastar com deslocamento.

5. Churrasqueira

Já pensou em organizar o seu churrasco sem se preocupar com o espaço, com a compra de utensílios e outros preparos?

No coliving, a churrasqueira é um dos ambientes compartilhados que podem ser usados por todos os moradores, sendo bem equipada com tudo o que é necessário para fazer uma bela churrascada!

6. Cozinha/Espaço Gourmet

Dificilmente alguém tem uma cozinha com equipamentos profissionais, afinal, isso ocupa muito espaço, além de demandar um gasto alto para montar essa estrutura.

Para dias em que a inspiração bater e você quiser chamar alguns convidados para uma refeição especial, as cozinhas e espaços gourmets são disponibilizados como um dos espaços compartilhados nos colivings.

7. Horta

Ainda seguindo a ideia de uma rotina mais sustentável, as hortas em ambientes urbanos surgem como alternativas para incentivar o plantio, além de auxiliar em uma alimentação mais balanceada e orgânica, livre de agrotóxicos.

8. Home Theater/CineBar

Nada como assistir a sua série ou filme ao lado de pessoas que também tenham interesse neles. Investir em equipamentos de pontas, como home theater ou cinebar, pode não caber no orçamento, mas é possível usufruir de todos esses recursos na estrutura de um moderno prédio coliving, por exemplo.

9. Spa ou espaços relaxantes

Alguns empreendimentos que seguem o conceito de coliving já contam com ambientes reservados para o bem-estar, com hidromassagens, colchões relaxantes, área para meditação, etc.

Nos prédios, esses espaços são ainda mais completos, podendo disponibilizar, inclusive, profissionais especializados para massagens e outros procedimentos.

10. Local de trabalho

O coworking é uma revolução que está alterando a forma com que pequenas empresas, profissionais freelancers e autônomos se relacionam entre si, com seus fornecedores e clientes.

Esse de um modelo de trabalho que se baseia no compartilhamento de espaço e de recursos de escritório, reunindo pessoas que trabalham não necessariamente para a mesma empresa. Além de muito mais econômico, esse conceito ainda permite uma troca de experiências e networking sem igual.

E então, o que você achou desses espaços compartilhados nos colivings? Você já teve alguma experiência com esse tipo de proposta? Deixe sua mensagem nos comentários e até a próxima.

Compartilhar

Novidades Vitacon

Assine nossa newsletter e acompanhe nossas notícias sempre em primeira mão:

whatsapp