Por que se preocupar com a diligência prévia nos seus investimentos imobiliários?

5 minutos
|17/12/2019
Por que se preocupar com a diligência prévia nos seus investimentos imobiliários?
Investimento Imobiliário

Os investimentos imobiliários são uma das modalidades de aplicação financeira mais populares, principalmente pela segurança e potencial de rentabilidade que oferecem aos seus investidores. Por serem bens com valor intrínseco e grande potencial de valorização, os imóveis são investimentos muito propícios proteger o seu patrimônio da inflação, desvalorização da moeda e variações do mercado – tudo isso enquanto tem o potencial de gerar renda extra.

No entanto, boa parte dos riscos envolvendo os investimentos imobiliários estão no momento de transação. A falta de cuidado e a pressa em fechar negócio acabam levando a fraudes e problemas legais, uma vez que a burocracia envolvida no processo é bastante expressiva.

Com isso, um negócio que deveria dar segurança para o seu patrimônio e gerar mais renda para a sua família acaba virando uma grande dor de cabeça, podendo até mesmo constituir perdas financeiras com adversidades no investimento. Desta forma, é muito importante ter atenção e cuidado antes de fazer qualquer transação, especialmente na área imobiliária.

Neste contexto, a diligência prévia é fundamental para reduzir os riscos do processo e aumentar as chances de sucesso da sua aplicação. Confira a seguir por que você deve se preocupar com a diligência prévia nos seus investimentos imobiliários e como agregar mais segurança aos seus negócios.

O que é a diligência prévia?

A diligência prévia é a tradução do termo em inglês due diligence, uma prática que visa levantar uma vasta gama de informações para providenciar a visão mais completa possível do objeto investigado. Este processo de pesquisa serve para proporcionar mais segurança durante a tomada de decisões, diminuindo os riscos da transação e evitando potenciais problemas em qualquer espectro.

Na área de investimentos imobiliários, a diligência prévia ajuda a identificar se existem pendências tanto com o imóvel em si quanto com o seu proprietário – ou até mesmo com o vendedor. Se existe alguma demanda legal ou irregularidade a respeito da propriedade, o comprador pode sofrer grandes perdas com a aplicação, desde despesas com a regularização do bem até a anulação do contrato de venda.

Por isso, a diligência prévia é um processo de extrema importância na realização de investimentos imobiliários. Ela vai auxiliar a detectar quaisquer anomalias que podem existir em relação à transação para evitar que elas se tornem problemas posteriormente, além de ajudar a embasar decisões mais acertadas e a negociação de valores mais justos para as condições de cada propriedade.

Como fazer a verificação da situação dos meus potenciais investimentos imobiliários?

A diligência prévia de investimentos imobiliários se dá principalmente pela conferência de diversos documentos que atestam a regularidade da propriedade, do seu proprietário e da transação. Eles permitirão que você confirme se está tudo em ordem e sem nenhum tipo de pendência legal para que seja realizado o processo sem riscos de fraude ou embargo.

É importante que você confirme se as informações presentes na documentação estão em dia, principalmente no que se refere à regularidade do imóvel. Se existem discrepâncias entre os dados da vistoria ou dos documentos técnicos legais, como ampliações ou reformas que não constam no levantamento, a transação provavelmente será barrada até que o imóvel seja regularizado junto ao poder público.

Que documentos é importante analisar?

Os documentos mais importantes para você verificar antes de fazer seus investimentos imobiliários são a Certidão de Matrícula e a Certidão de Ônus Reais relativos ao imóvel. A Matrícula é um documento que contém diversas informações pregressas a respeito do histórico da propriedade, incluindo reformas, registros de compra e venda, ações judiciais envolvendo o bem, usufruto, e várias outras informações jurídicas relevantes – é como um grande compilado da vida do imóvel. Desta forma, ela pode acusar irregularidades passadas e ocorrências ainda em aberto.

A Certidão de Ônus Reais também apresenta diversos dados sobre o bem, e tem como finalidade atestar se existem pendências referentes à propriedade ou ao seu proprietário – como no caso de o imóvel ter sido citado como bem de garantia em um financiamento ou processo legal. Uma certidão negativa informa que não há irregularidades, enquanto um resultado positivo é sinal de alerta.

Além destes documentos, é interessante pedir comprovantes de pagamento do IPTU (ou ITR, no caso de uma propriedade rural) e certidão negativa de tributos imobiliários municipais. É importante também conferir se o imóvel possui Habite-se (ou Auto de Conclusão de Obra) e Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros.

Ter segurança na hora de investir é fundamental para garantir que seus investimentos imobiliários terão o resultado esperado e serão capazes de impactar positivamente no seu patrimônio. Aplique o seu dinheiro em empreendimentos confiáveis com o auxílio de empresas sólidas para alavancar seu rendimento e evitar dores de cabeça. Conheça a Vitacon, uma incorporadora referência no lançamento de projetos incríveis para transformar a vida na cidade, e confira em nosso site as oportunidades disponíveis para investir com a gente!

Compartilhar

Novidades Vitacon

Assine nossa newsletter e acompanhe nossas notícias sempre em primeira mão:

whatsapp