9 conselhos para investidores imobiliários iniciantes

6 minutos
|07/10/2019
9 conselhos para investidores imobiliários iniciantes
Investimento Imobiliário

Os investidores imobiliários iniciantes têm muitas expectativas em relação à rentabilidade que é possível alcançar com seus investimentos, mas ainda não possuem a experiência para investir com tranquilidade. Será que os imóveis realmente podem gerar um bom lucro? Como entrar no mundo dos investimentos imobiliários com o pé direito?

Para alcançar o sucesso com os investimentos imobiliários, é preciso reconhecer que existem muitas variáveis que influenciam nas operações. Um investidor que tem domínio sobre todos esses aspectos consegue acertar nos seus investimentos com muita facilidade – gerando os melhores resultados financeiros.

A experiência tem um valor inestimável no momento de investir, mas também é possível melhorar os resultados alcançados com conselhos que ajudam a compreender melhor o mercado imobiliário. Separamos, neste artigo, alguns deles para investidores imobiliários iniciantes que certamente irão ajudá-lo. Confira.

Conselhos para investidores imobiliários iniciantes

Ouvir bons conselhos para investidores imobiliários iniciantes é muito importante para evitar cair em erros comuns entre quem ainda não tem experiência no mercado imobiliário. Além disso, todo esse compartilhamento de conhecimentos pode ajudá-lo a maximizar a lucratividade dos seus investimentos.

Veja alguns dos principais conselhos para investidores imobiliários iniciantes:

1. Não feche negócios no impulso

As compras por impulso fazem parte da vida dos consumidores – seja a de um sorvete em uma volta na praça ou uma televisão nova para aproveitar uma oferta. Na compra de imóveis, isso também pode acontecer: basta a assinatura de um contrato feita sem pensar em todas as suas consequências para que um investimento inicie apenas pelo impulso.

Após visitar um imóvel – por mais promissor que pareça o investimento -, tire um dia para pensar melhor sobre o negócio. Ter uma boa noite de sono e refletir sobre o investimento imobiliário pode fazer toda a diferença para evitar operações que poderiam gerar prejuízo.

2. Deixe claro o seu interesse em imóveis

Muitos investidores imobiliários iniciantes deixam de declarar o seu interesse na compra de imóveis para amigos e familiares – perdendo algumas boas oportunidades de investimento. Você pode se surpreender com a quantidade de pessoas que conhece e que têm interesse em vender os seus imóveis – e mais, elas podem fazer condições especiais para você.

3. Jamais compre um imóvel sem visitá-lo

Outro grande conselho que você precisa considerar é evitar ao máximo a compra de um imóvel sem fazer uma visita pessoalmente. Por melhores que pareçam as condições por fotos e as recomendações de outros proprietários, nada se compara a uma vistoria feita pessoalmente para avaliar as condições do imóvel.

4. Compre imóveis em momentos de crise

Os investidores imobiliários iniciantes demoram para compreender a importância que a retração do mercado imobiliário pode ter nos seus investimentos. Enquanto muitos investidores desistem dos imóveis por conta das crises, os experientes aproveitam ao máximo todas as oportunidades desse período.

Quando o mercado está retraído, a procura por imóveis diminui drasticamente. Isso cria uma situação em que existe uma baixa demanda e alta oferta de imóveis, certo? Esse é o momento ideal para a compra de imóveis – afinal, os preços tendem a cair e os vendedores estão mais dispostos a negociar.

5. Não comprometa toda a sua renda na compra de imóveis

Um grande erro cometido pelos investidores imobiliários iniciantes é o comprometimento de toda a sua renda na compra de imóveis. Por mais vantajosos que sejam esses investimentos, é preciso considerar a possibilidade de demorar alguns anos até que você consiga recuperar o investimento – o que pode causar complicações financeiras para quem não tem uma reserva financeira.

Imagine que você compre um imóvel por R$250 mil e gaste todas as suas reservas financeiras nesse investimento. Se você passar por um aperto no ano seguinte e precisar vender esse imóvel, é muito provável que saia no prejuízo – é preciso que exista a segurança necessária para aguardar o momento certo para a venda.

6. Fique atento às tendências do mercado

Assim como é uma boa ideia comprar imóveis nos momentos de retração no mercado, os investidores imobiliários também devem ficar atentos a outras tendências do mercado – que incluem taxa SELIC, taxa de desemprego, confiança do consumidor, índices específicos do mercado imobiliário, entre demais fontes de informação.

7. Tenha foco na rentabilidade

No momento em que você decide investir no mercado imobiliário, precisa agir com a mentalidade de um investidor – sem se deixar levar pelas emoções. O foco deve estar sempre na rentabilidade que uma operação pode gerar.

Isso significa que você pode investir em imóveis que estão abaixo do padrão que buscaria para a sua família, mas que podem gerar muita satisfação para outras pessoas. Uma análise racional permite que você compreenda melhor quando um imóvel tem potencial de valorizar e atrair a atenção do mercado.

8. Coloque os valores no papel

Antes de fechar a compra de um imóvel, não deixe de colocar todos os valores no papel para projetar a sua rentabilidade. É preciso considerar não só o valor da compra, mas também as taxas de juros (nos casos de financiamento), despesas com reforma e manutenção, desgaste ao longo dos anos, custos burocráticos, entre outros.

Além disso, você também deve projetar os ganhos que pode ter ao longo dos anos com a sua locação e avaliar o seu potencial de valorização com o passar do tempo. Dessa forma, você entra no investimento consciente de tudo o que pode conquistar.

9. Fique atento aos novos empreendimentos

Você consegue encontrar bons investimentos imobiliários em formatos diferentes – desde grandes casas antigas a apartamentos modernos muito compactos. Todas as operações podem apresentar uma boa rentabilidade quando você sabe o momento certo de compra e venda, mas algumas delas podem facilitar a vida dos investidores imobiliários iniciantes.

Um ótimo exemplo disso são os novos empreendimentos. Investir em um apartamento na planta significa que você tem acesso a um preço mais atrativo no momento da compra e recebe um imóvel novinho em folha – sem a necessidade de se preocupar com reformas ou manutenções. Essa é uma boa forma de simplificar os primeiros investimentos.

E então, gostou dos conselhos para investidores imobiliários iniciantes? Ficou com alguma dúvida sobre os investimentos? Deixe o seu comentário!

Compartilhar

Novidades Vitacon

Assine nossa newsletter e acompanhe nossas notícias sempre em primeira mão:

whatsapp