Como a economia colaborativa está resolvendo problemas nas grandes cidades

5 minutos
|02/09/2019
Como a economia colaborativa está resolvendo problemas nas grandes cidades
Economia Colaborativa

A economia colaborativa é um conceito que busca aumentar a conscientização do consumo. Ela surge como uma resposta aos crescentes problemas sociais e ambientais, consequência dos padrões de mau aproveitamento dos recursos disponíveis e de relações insustentáveis com a produção e consumo de bens de todo o tipo.

Assim, todas as respostas apontam para a criação de um modelo mais sustentável de utilização dos recursos materiais, intelectuais e financeiros pela sociedade. E ela já vem gerando frutos, sendo cada vez mais aplicada nos serviços oferecidos nos centros urbanos e avançando progressivamente em direção a cidades mais sustentáveis e com maior qualidade de vida para os habitantes.

Veja a seguir como a economia colaborativa está resolvendo problemas nas grandes cidades e fique por dentro deste processo que deve gerar muitas mudanças nos centros urbanos nos próximos anos.

O que é a economia colaborativa?

A economia colaborativa é uma proposta de mudança na relação que a sociedade moderna de forma geral tem com a produção e o consumo, incluindo também a forma que o governo, as empresas e as pessoas se conectam com os bens materiais e recursos, tanto financeiros quanto intelectuais.

Ou seja, é a busca por um consumo mais consciente com o objetivo de proporcionar maior qualidade de vida para as pessoas e uma relação mais sustentável da humanidade com o meio ambiente. Assim, a economia colaborativa apresenta como solução um modelo alternativo de consumo que se baseia no compartilhamento de recursos entre as pessoas, evitando o desperdício e gerando mais economia para todas as partes.

Como este conceito está resolvendo problemas nas cidades?

Aplicando o conceito de economia colaborativa em diversas áreas dos centros urbanos, é possível criar ambientes e serviços compartilhados que melhoram a qualidade da utilização da área da cidade e geram economia de espaço. Além disso, incentivam a vida comunitária dos habitantes e ajudam a retornar um sentido de utilização coletiva dos espaços urbanos. Assim, auxiliam a utilizar melhor as áreas da cidade, que são muito disputadas por serem regiões com alta demanda e pouco espaço disponível.

Além disso, utilizar os serviços ofertados pela própria comunidade ajuda a fazer o capital girar mais localmente. Desta maneira, a economia da região é estimulada e a cidade passa a funcionar melhor como um sistema conectado, aumentando também o acesso a serviços de qualidade e a própria qualidade de vida dos habitantes dos centros urbanos.

Por fim, a economia colaborativa tem um importante papel na sustentabilidade da cidade. Incentivando o comércio de produtos e serviços locais, e buscando cada vez mais a partilha de recursos entre os habitantes, é possível criar cidades muito mais sustentáveis e com menor impacto ambiental – uma necessidade urgente para o mundo moderno.

Os espaços de coliving na cidade

O conceito de economia colaborativa já vem sendo traduzido em diversas soluções para as cidades. O exemplo mais popular deste processo são as áreas de coworking: em vez de investir na locação de um espaço privado para manter um escritório de atendimento e salas de reuniões, muitos profissionais já estão optando por locar temporariamente espaços em salas colaborativas de trabalho quando precisam. Esta ideia tem se tornado cada vez mais comum entre profissionais autônomos que, ao optarem por trabalhar em salas conjuntas com outras pessoas, liberam mais espaços bem valorizados da disputada área da cidade.

O hostel é outro exemplo já facilmente encontrado em qualquer cidade, funcionando como um hotel colaborativo. Nestes locais, é possível encontrar diversas áreas e serviços a serem utilizadas de forma coletiva pelas pessoas hospedadas, como espaços de estar, cozinha, e até mesmo quartos e banheiros compartilhados.

O coliving em empreendimentos residenciais

A economia colaborativa também já está chegando nas casas dos moradores da cidade. Com as mudanças no estilo de vida moderno, cada vez mais pessoas têm preferido moradias capazes de proporcionar mais praticidade no seu dia a dia.

Assim, este conceito vem sendo empregado em empreendimentos residenciais através de projetos com unidades residenciais de tamanho reduzido, que geram diversas facilidades para os seus usuários, e ambientes de serviços colaborativos para serem utilizados por todos os moradores. É possível encontrar este tipo de empreendimento com disponibilidade de salas de coworking, academia, lavanderia, espaços de estar, praças, playgrounds, cozinha e até mesmo carros para compartilhamento entre os usuários.

A Vitacon é uma empresa comprometida com o conceito de economia compartilhada, sendo referência no lançamento de empreendimentos de qualidade com soluções inovadoras de apartamentos compactos e espaços coliving. Conheça os empreendimentos em nosso site e fique por dentro das maiores tendências em moradias modernas na cidade com a Vitacon.

Compartilhar

Novidades Vitacon

Assine nossa newsletter e acompanhe nossas notícias sempre em primeira mão:

whatsapp