A tendência de morar compacto se consolida no Brasil

Vitacon na revista Fiabci Hoje

*Por Alexandre Lafer Frankel

Estamos vivendo um período de profundas mudanças no comportamento das pessoas. Alterações que mexem com o modo de viver, principalmente nos grandes centros urbanos. O acesso ao conhecimento que tínhamos por meio de enciclopédias está na ponta dos dedos, em portais da internet. O computador, no passado uma geringonça que ocupava uma sala inteira, hoje é encontrado no bolso das pessoas. Levávamos horas para ir e voltar do supermercado. Agora, num clique, fazemos compras e programamos a entrega, sem ficarmos presos no trânsito. As videolocadoras foram substituídas por plataformas de streaming de filmes.

(…) Viver compacto é economizar tempo, espaço e dinheiro. Tempo economizado para aproveitar melhor a família ou para se dedicar a um projeto acadêmico. Menos metros quadrados, significa aluguel menor, além da diminuição da taxa de condomínio, de IPTU  e de dor de cabeça – morar em um espaço mais compacto, levando em conta esses benefícios, pode ser a melhor solução. Já é realidade em cidades ícones como Tóquio, Londres, Paris, Nova York e São Paulo. O futuro da habitação nas grandes metrópoles será marcado por unidades cada vez menores, não apenas por uma questão de custo, mas também de eficiência. Viver com menos pode ser muito mais vantajoso. Essa tendência é mostrada através das unidades compactas ofertadas em alguns bairros da capital paulista.

Matéria publicada na revista Fiabci Hoje, edição nº 223.

 

0
master
master
Posts Relacionados