investiremempreendimentoscoliving

Você já considerou investir em empreendimentos coliving? Essa é uma forte tendência no mercado com um grande potencial de valorização – o que chama a atenção dos investidores que buscam pelas melhores oportunidades de negócio.

Para alcançar o sucesso no mercado imobiliário, é essencial considerar todas as variáveis que podem afetar a valorização (ou desvalorização) de um imóvel, não é? Ao acompanhar de perto as principais tendências imobiliárias, se torna possível adaptar os investimentos aos gostos e desejos do público interessado na locação ou compra de imóveis.

O coliving é uma dessas tendências que começa a ganhar espaço no mercado e tem tudo para continuar crescendo. Com tantos produtos e serviços abusando do compartilhamento para conquistar o público, não é de se estranhar que essa tendência também atinja o conceito de moradia no Brasil.

Se você busca adaptar os seus investimentos para maximizar a rentabilidade, fique atento às 5 razões para investir em empreendimentos coliving. Acompanhe.

O que são os empreendimentos coliving?

Para começar a investir em empreendimentos coliving com sucesso, é importante conhecer as características desses imóveis. Para isso, vamos começar resgatando o conceito de economia compartilhada: atividades que permitem que as pessoas usufruam de produtos ou serviços através de um sistema de compartilhamento.

Um ótimo exemplo disso é um espaço de coworking, que tem toda a infraestrutura necessária para que vários profissionais possam executar as suas atividades de trabalho em um ambiente compartilhado. Dessa forma, essas empresas e profissionais não precisam comprar ou locar uma sala comercial – podendo simplesmente dividir um espaço que supra suas necessidades.

Por conta das facilidades e benefícios do compartilhamento, esse conceito também chegou no mercado imobiliário. Os empreendimentos coliving são aqueles que têm espaços para compartilhamento de convivência e atividades – como um refeitório ou uma área de serviço compartilhados entre todos os moradores.

Trata-se de um conceito que busca o reaproveitamento e uso consciente de recursos. Em vez de cada morador ter uma grande estrutura e equipamentos para uso próprio, todos os condôminos de um condomínio podem compartilhar áreas comuns – suprindo as suas necessidades sem aumentar os gastos.

Em um empreendimento coliving, essa tendência de compartilhamento pode ser aplicada de diversas formas:

  • Espaço fitness para a prática de exercícios;
  • Espaço de coworking para substituir escritórios individuais;
  • Cozinha e refeitório compartilhados;
  • Áreas de lazer para uso de todos – que podem incluir piscinas, quadras esportivas, sala de jogos, playground, entre outros;
  • Sistema para uso de bicicletas e compartilhamento de carros;

Nos casos em que esse conceito é aplicado de forma plena, é possível encontrar apartamentos que têm apenas quarto e banheiro. Todas as demais necessidades dos moradores podem ser supridas nas áreas de espaço compartilhado – desde refeições até o lazer.

Por que investir em empreendimentos coliving?

O que não faltam são razões para investir em empreendimentos coliving. Se essa tendência é tão atraente para os moradores, é um ótimo indicativo de bons negócios, não é? Veja quais são os principais motivos pelos quais você deveria considerar apostar nessa tendência:

1. Potencial de valorização

Investir em empreendimentos coliving significa estar um passo à frente do restante do mercado. No mundo dos investimentos, é justamente essa antecipação às tendências que garante uma boa rentabilidade sobre as operações. Afinal, são os primeiros compradores que conseguem os melhores preços.

Como essa é uma tendência que ainda está se fortalecendo no mercado, a previsão é que esses empreendimentos valorizem com o passar dos anos. Isso significa que comprar uma unidade de um empreendimento coliving pode ser a garantia de uma ótima lucratividade em alguns anos.

2. Facilidade na locação e venda

O sucesso de um investimento imobiliário depende diretamente do interesse do público. De nada adianta ter uma mansão avaliada em milhões se não existem pessoas interessadas na sua compra. Quando você não consegue vender o imóvel no momento certo, pode acabar sofrendo com a sua desvalorização.

Por outro lado, bons investimentos são facilmente alugados ou vendidos. Para isso, é essencial que o imóvel desperte a atenção e supra as necessidades dos moradores. Um empreendimento coliving segue uma tendência que atrai um bom público para viabilizar o investimento.

3. Estruturas novas e modernas

Outra ótima razão para investir em empreendimentos coliving é a possibilidade de adquirir um imóvel com estrutura nova e moderna. Como essa é uma tendência que ainda está iniciando no Brasil, os empreendimentos coliving são construções recentes.

Para um investidor, investir em empreendimentos novos é bastante vantajoso. Além de reduzir custos com manutenção e minimizar o impacto do desgaste da estrutura, esses imóveis modernos também são bem-vistos pelo público com interesse na locação e compra.

4. Valores acessíveis

Os empreendimentos coliving costumam ter preços mais acessíveis do que outros imóveis com estrutura semelhante, mas sem todo esse foco no compartilhamento. Isso acontece porque um apartamento em um condomínio com várias áreas compartilhadas costuma ter uma metragem menor – diminuindo o seu custo.

Além disso, muitos empreendimentos coliving podem ser adquiridos ainda na planta – reduzindo ainda mais o seu preço. Quanto menor é o valor pago para adquirir o imóvel, menor é o tempo para recuperação do investimento e maior pode ser a lucratividade obtida.

5. Variedade de empreendimentos

Com o crescimento da tendência dos empreendimentos coliving, é cada vez maior a variedade de empreendimentos que busca aplicar o compartilhamento dos serviços entre os moradores. Isso significa que um investidor tem cada vez mais opções para escolher o seu próximo investimento.

Além de ter a possibilidade de escolher imóveis localizados em diferentes regiões e com características diversas, também é possível avaliar o grau de compartilhamento aplicado – que pode incluir apenas espaços para lazer ou também outros serviços básicos do dia a dia.

Você já conhecia essas razões para investir em empreendimentos coliving? Se ficou interessado nessa forma de investimento, confira quais os diferenciais para investidores que escolhem empreendimentos coliving da Vitacon e até a próxima.

0
master
master
Posts Relacionados