Os sabores azedos da culinária persa, coreana e filipina que vão dominar a mesa

4 minutos
|14/09/2020
Os sabores azedos da culinária persa, coreana e filipina que vão dominar a mesa
Lifestyle

As tradições desses países se destacaram e ganharam espaço mesmo em locais de culturas tão diferente.

A cozinha persa, coreana e filipina trouxe à tona a valorização do gosto azedo e a sua composição para um paladar mais diferenciado e característico. E parece que estamos mesmo pegando o gosto, já que essas variedades prometem dominar ainda mais a nossa mesa e o rol de opções gastronômicas dos restaurantes das capitais do país.

Para saber mais sobre essa tendência e conhecer algumas opções de cardápio de dar água na boca, continue acompanhando o artigo de hoje.

As influências da culinária persa, coreana e filipina

A culinária persa é bastante exótica e trabalha com a promessa de criatividade tangibilizada na forma do alimento. Além disso, ela é rica em variedade e qualidade – utilizando matérias-primas simples, mas com um toque bastante personalizado. O destaque vai para o uso característico de ervas finas, frutas e vegetais.

A gastronomia persa, ainda, é vista por meio de uma perspectiva mais artística do que funcional, o que explica muito da relação da população com o alimento e a valorização do sabor.

Por sua vez, a culinária coreana apresenta sabores bem mais fortes quando comparada à persa, com pratos mais apimentados (inclusive, a pimenta é um dos alimentos típicos locais) e de sabor marcante. Suas características são resultado de uma influência cultural muito abrangente e os pratos mais consumidos no país incluem ingredientes como o arroz, o tofu, a carne e o macarrão.

De fato, assim como em boa parte dos países asiáticos, o arroz é protagonista nas refeições da região das Filipinas. A comida é bastante temperada, sendo o alho e a pimenta presença confirmada na maioria dos pratos mais característicos. Nessa cozinha, as refeições têm um toque bastante singular, que mistura os sabores mais ácidos ao salgado.

Os sabores azedos da culinária persa, coreana e filipina

Ainda que tenham suas características próprias, a culinária persa, coreana e filipina tem como grande ponto em comum (além do arroz, claro) o toque azedo no tempero dos pratos. Esse detalhe aparentemente tão sutil dá ainda mais criatividade e personalidade para os alimentos e eleva seus sabores.

E os sabores azedos dessas culinárias asiáticas parecem ter encantado o público brasileiro. Hoje vemos essa influência se multiplicar nos restaurantes e nas refeições feitas nas grandes cidades. E o segredo para o sucesso tem nome: misturar elementos tradicionais do Brasil a esses outros típicos dessas cozinhas.

Opções de cardápio da culinária persa, coreana e filipina

É hora de falar sobre como incluir o sabor azedo da culinária persa, coreana e filipina na nossa mesa. A ideia se baseia em utilizar pratos “tradicionais” da nossa cultura e aplicar esse detalhe azedo como um complemento diferenciado.

Que tal abusar dessas referências para deixar o seu “arroz com feijão”, suas carnes e verduras ainda mais especiais e com sabor exótico? Alguns exemplos são de molhos e geleias à base de pimenta, arroz com açafrão, os vegetais em forma de “picles”, os temperos de carnes, pratos quentes e saladas feitos com lima, gengibre e pimentão, entre outros. Todos são capazes de transformar qualquer prato e trazer um pouco mais de sabor às refeições.

O cardápio asiático tem muito a contribuir com o nosso paladar. Bastante característico, ele é capaz de proporcionar experiências muito surpreendentes em qualquer lugar do mundo. Então, a não ser que você tenha alergia a algum ingrediente, não tenha receio em experimentar! Se preferir, comece aos poucos. Com o tempo, você vai ir descobrindo todas as delícias que a culinária persa, coreana e filipina pode oferecer!

Você já experimentou algum prato dessas culinárias? O que acha de seus sabores azedos característicos? Deixe sua mensagem nos comentários.

Compartilhar

Novidades Vitacon

Assine nossa newsletter e acompanhe nossas notícias sempre em primeira mão:

whatsapp