Vale a pena usar o FGTS para comprar imóvel de investimento?

7 minutos
|08/07/2019
Vale a pena usar o FGTS para comprar imóvel de investimento?
Investimento Imobiliário

Você já pensou sobre usar o FGTS para comprar imóvel de investimento? Para os investidores que estão em busca de formas de viabilizar a compra de novos imóveis, essa pode ser uma possibilidade explorada – mesmo que apresente algumas limitações no momento da escolha do imóvel.

No momento de pagar pela compra de um imóvel, todas as fontes de renda podem colaborar, certo? Ao usar o seu saldo de FGTS na compra de um imóvel de investimento, a lucratividade da operação pode ser considerada ainda maior. Além disso, esse também pode ser o passo inicial para partir para novos investimentos imobiliários no futuro.

Mas será que vale a pena usar o FGTS para comprar imóvel de investimento? E como funciona a utilização do saldo de FGTS para compra de imóveis? Descubra ao longo deste artigo.

Como funciona o uso do FGTS para comprar imóvel?

O uso do FGTS para comprar imóvel desperta muitas dúvidas entre os investidores. Separamos as principais características dessa operação de acordo com as informações fornecidas pela Caixa Econômica Federal:

Quais são as possibilidades de uso do FGTS?

O saldo do FGTS pode ser usado para o pagamento de um imóvel de três formas diferentes:

  • Compra e construção: o saldo do FGTS pode ser usado para pagar integralmente ou uma parte do investimento para comprar ou construir um imóvel residencial.
  • Amortização ou liquidação do saldo devedor: é possível usar o saldo de FGTS  para quitar totalmente sua dívida ou pagar uma parte do saldo devedor – desde que o contrato de financiamento foi assinado no âmbito do Sistema Financeiro Habitação.
  • Pagamento de parte do valor das prestações: nas operações de financiamento, o saldo do FGTS pode ser usado para diminuir em até 80% o valor das prestações em até 12 meses consecutivos – desde que o contrato de financiamento tenha sido assinado no âmbito do Sistema Financeiro Habitação.

Condições para o comprador

Para que o comprador possa usar o FGTS para comprar imóvel, é necessário respeitar as seguintes condições:

  • Ter no mínimo três anos de trabalho sob o regime do FGTS;
  • Não possuir financiamento ativo no Sistema Financeiro de Habitação (SFH);
  • Não ser proprietário, possuidor, promitente comprador, usufrutuário ou cessionário de imóvel residencial urbano ou de parte residencial de imóvel misto localizado no município de sua atual residência, ou onde exerce a sua ocupação laboral principal – incluindo os municípios limítrofes e integrantes da mesma região metropolitana.

Condições para o imóvel

Já em relação ao imóvel adquirido, é preciso respeitar as seguintes condições:

  • Valor da avaliação deve ser de até R$1.500.000,00;
  • Ser de propriedade do proponente o terreno objeto da construção do imóvel, no caso de construção sem aquisição de terreno;
  • Ser residencial urbano;
  • Destinar-se à moradia do titular;
  • Apresentar, na data de avaliação final, plenas condições de habitabilidade e ausência de vícios de construção;
  • Estar matriculado no RI competente e sem registro de gravame que resulte em impedimento à sua comercialização;
  • Não ter sido objeto de utilização do FGTS em aquisição anterior, há menos de 03 anos, contados a partir da data do efetivo registro na matrícula do imóvel.

Quando o FGTS não pode ser usado?

O FGTS não pode ser usado para a compra de imóvel nas seguintes situações:

  • Compra de imóvel comercial;
  • Reformar ou aumentar o próprio imóvel;
  • Comprar terrenos sem construção ao mesmo tempo;
  • Comprar material de construção;
  • Comprar imóveis residenciais para familiares, dependentes ou outras pessoas.

Documentação necessária

Para os investidores que desejam dar início à compra de um imóvel usando o seu FGTS, a documentação necessária é a seguinte:

  • Documento oficial de identificação;
  • Extrato de conta vinculada ao FGTS;
  • Carteira de trabalho para comprovar o tempo de trabalho sob o regime do FGTS;
  • Para os trabalhadores avulsos, declaração do órgão gestor da mão de obra ou do sindicato;
  • Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física – DIRPF. No caso de trabalhador casado ou em união estável, apresentar a DIRPF de ambos os cônjuges/companheiros.

Vale a pena usar o FGTS para comprar imóvel de investimento?

Mas então, será que vale a pena usar o FGTS para comprar imóvel de investimento? Acabamos de visualizar que existem diversas limitações para os investidores que desejam aproveitar o saldo do FGTS – como não poder comprar imóveis em municípios limítrofes a locais em que já possui residência ou realizar a venda do imóvel para outro proprietário que deseja usar o seu FGTS dentro do prazo de 3 anos.

Por essa razão, o sucesso desse investimento depende da análise de diversos aspectos determinantes. Vamos analisar quais são eles:

Objetivo do investimento

Você busca um investimento de curto ou longo prazo? Qual é a urgência em obter retorno sobre o investimento? Essas são definições básicas sobre o investimento que estão relacionadas diretamente com o uso do FGTS na compra de um imóvel.

Para investimentos com foco no longo prazo, usar o FGTS pode ser um ótimo negócio – com a possibilidade de aguardar pela valorização do imóvel e alugá-lo até o momento da venda. Por outro lado, um investimento de curto prazo pode ser inviabilizado por conta de todas as restrições da compra com o uso do FGTS.

Aspectos financeiros

Financeiramente, usar o FGTS para comprar imóvel é muito vantajoso. Em vez de deixar esse dinheiro parado, você transforma o valor em uma posse particular. Isso significa que você pode explorar inúmeras possibilidades para fazer que esse investimento valorize.

Localização de boas oportunidades

Ao usar o FGTS para comprar imóvel você tem uma limitação em relação aos locais em que pode efetuar a compra. Não é permitido que você adquira um imóvel na mesma cidade em que já possui uma residência ou exerce atividade laboral – incluindo os municípios limítrofes e integrantes da mesma região metropolitana.

Por esse motivo, é importante considerar que será necessário buscar por boas oportunidade em outras cidades. Se você deseja investir em outras regiões, não existe problema algum utilizar o FGTS. Já para quem está acompanhando apenas oportunidades na sua cidade, essa pode ser uma forma de pagamento pouco benéfica.

Valor do imóvel comprado

O valor do imóvel comprado é limitado a R$ 1,5 milhão – o que representa um valor considerável para grande parte dos investimentos. Porém, é preciso ficar de olho nessa limitação caso você esteja pensando em investir em imóveis que possuem um valor de mercado superior.

Você gostou das informações sobre o uso do FGTS para comprar imóvel de investimento? Está em busca de empreendimentos de qualidade para começar a investir no mercado imobiliário? Então conheça os imóveis da Vitacon!

Compartilhar

Novidades Vitacon

Assine nossa newsletter e acompanhe nossas notícias sempre em primeira mão:

whatsapp