Investir em imóvel é arriscado?

7 minutos
|26/02/2019
Investir em imóvel é arriscado?
Investimento Imobiliário

Investir em imóvel é uma das modalidades preferidas de investimento dos brasileiros, sendo que oferece várias opções para agradar a todos os tipos de investidores. As oportunidades são muitas, e o potencial de retorno também é bastante atrativo.

Entretanto, um dos principais motivos pela preferência em investir em imóvel é a segurança que este tipo de aplicação é conhecido por oferecer. Mesmo assim, muita gente ainda tem receio de investir o seu dinheiro no mercado imobiliário, pois sabe que existem vários fatores que podem tornar este tipo de investimento mais arriscado do que normalmente se considera.

Mas estes fatores representam realmente um risco tão significante? Afinal, investir em imóvel é arriscado? Confira a seguir os principais riscos envolvidos em investir em imóvel e entenda como o planejamento pode evitar estes problemas e garantir que o seu negócio imobiliário será seguro e bem-sucedido.

Investimento de rentabilidade variável

Uma das primeiras coisas que aprendemos ao iniciar contato com o mundo dos investimentos financeiros é que as aplicações mais seguras são as de renda fixa, enquanto as de renda variável sempre representam risco para o seu dinheiro investido. Investir em imóvel é considerada uma aplicação de renda variável, uma vez que não existe garantia de retorno com taxa fixada e prazo designado.

No entanto, é importante compreender que isso não significa que investir em imóvel é arriscado. A renda variável somente expressa que o valor de venda ou locação da propriedade varia de acordo com a situação do mercado, sendo que este fator deve ser levado em consideração durante o planejamento do investimento.

A realidade é bem diferente: por ser um bem que possui valor próprio, ele dificilmente vai perder muito do seu valor de mercado. Ao contrário de uma ação, que pode virar um pedaço de papel sem valor algum em caso de falência ou quebra, um imóvel pode até mesmo proteger o seu dinheiro investido da inflação, pois ele sempre vai manter o valor do espaço que ocupa na cidade e da sua edificação.

Alto valor de investimento inicial

Outro aspecto que costuma causar insegurança nos investidores é o alto valor inicial necessário para investir em imóvel. É importante conhecer os valores praticados no mercado para definir se o preço de uma propriedade é justo ou não – afinal, um bom custo inicial é fundamental para garantir que a taxa de lucro seja proveitosa em qualquer investimento.

Para auxiliar nestas questões, existem serviços profissionais e empresas especializadas em orientar os investidores que precisam de ajuda para definir as melhores oportunidades para o seu negócio. Além disso, existem várias opções disponíveis no mercado que permitem investir em imóvel com quantias bem menores, sendo possível se tornar um investidor com menos de mil reais.

Aplicação de baixa liquidez

Os imóveis costumam ser propriedades de baixa liquidez. Em outras palavras, eles costumam demorar mais tempo para serem vendidos do que outros tipos de aplicação, que podem ser adquiridas de forma quase instantânea. Isso se deve, principalmente, às altas quantias envolvidas para a compra de um bem imobiliário, o que reduz o número de potenciais interessados capazes de fazer este tipo de negócio.

Porém, esta característica varia bastante de imóvel para imóvel, sendo que a situação do mercado também influencia profundamente na maior ou menor facilidade de vender uma propriedade imobiliária. Além disso, é fácil evitar problemas que poderiam ser originados por esta limitação através do planejamento: é recomendado manter uma reserva de dinheiro nas suas economias antes de realizar qualquer tipo de investimento, evitando ter de se desfazer da sua aplicação para resgatar a quantia investida e perder o lucro que poderia ter com ela.

Oscilações do mercado

Todos os tipos de investimento estão atrelados a vários aspectos externos, que podem influenciar de várias formas as aplicações financeiras. Para quem quer investir em imóvel, a premissa é a mesma, e é necessário estar atento às variações do mercado.

As oscilações da economia do país podem aquecer ou resfriar o mercado imobiliário, aumentando o número de pessoas capazes de comprar ou alugar imóveis ao longo do tempo. Uma estratégia comum e muito bem-sucedida para evitar problemas relacionados a alterações na demanda e variações do mercado imobiliário é diversificar os investimentos em imóveis.

Ao investir em imóvel de maneira variada e procurando características diferentes entre uma propriedade e outra, é possível garantir a segurança dos seus negócios em qualquer contexto econômico do mercado, evitando prejuízos. Felizmente, o mercado imobiliário possui grande variedade de negócios à disposição do investidor, como veremos no próximo item.

Diversidade de oportunidades para investir em imóvel

O mercado imobiliário oferece muitas opções de investimento diferentes, o que faz com que seja possível investir em imóvel de forma lucrativa a partir de várias estratégias diversas. Investir em imóvel na planta, adquirir uma propriedade antiga para reforma, comprar um imóvel para valorização e revenda a curto ou longo prazo, apostar em um bem para locação e lidar com um longo tempo de retorno para a sua aplicação… Todas estas possibilidades podem tornar o processo de escolha bastante confuso para quem não tem contato com o mercado imobiliário, e gerar a sensação de insegurança e risco para o investidor.

No entanto, esta diversidade é muito proveitosa, pois permite que cada investidor escolha a melhor opção de investimento para atender às suas necessidades e objetivos particulares. Os prazos de retorno e o potencial de lucro são muito variáveis, mas todas as alternativas existentes no mercado podem servir de forma igualmente satisfatória a propósitos diferentes.

Afinal, assim como existem investidores interessados em lucrar rapidamente e recuperar o seu dinheiro para novos investimentos, existem os investidores que enxergam no investimento imobiliário uma alternativa segura para proteger o seu patrimônio e gerar lucro a longo prazo. São muitos os exemplos para este ponto.

Um investidor que está interessado em fazer uma aplicação de prazo reduzido, para recuperar o dinheiro investido dentro de poucos meses e ter a possibilidade de realizar um negócio diferente, terá maior inclinação para investir em imóvel com alto índice de valorização e localização já bem estabelecida – o que garante a existência de interessados em comprar a sua propriedade posteriormente e o lucro a curto prazo.

Da mesma maneira, um investidor interessado em gerar uma renda fixa, que garanta retorno financeiro a longo prazo e não apresente limite no lucro que pode gerar no futuro, estará mais inclinado a investir em imóvel para locação, situado em áreas em processo de valorização e que sejam capazes de garantir a atração de interessados no seu aluguel.

Apesar disso, cada estratégia pode ser estudada para se adequar às expectativas de cada investidor. Assim, explorar as opções do mercado pode ser uma ótima maneira de encontrar investimentos que atendem às suas aspirações e objetivos de forma segura e lucrativa.

Investir em imóvel envolve alguns riscos, como qualquer outro investimento. No entanto, é uma modalidade de aplicação considerada muito segura na maior parte dos casos, sendo que é possível garantir o sucesso do seu negócio imobiliário com o planejamento correto.

Gostou do artigo e quer aprender mais sobre como investir em imóvel de forma segura e lucrativa? Confira a seguir nosso próximo texto e descubra se o seu medo de perder dinheiro ao investir em imóvel é justificável.

Compartilhar

Novidades Vitacon

Assine nossa newsletter e acompanhe nossas notícias sempre em primeira mão:

whatsapp