4 projetos de smart cities que vão te deixar empolgados com o futuro

5 minutos
|14/05/2020
4 projetos de smart cities que vão te deixar empolgados com o futuro
Cidade Colaborativa

As smart cities, antes consideradas apenas uma fantasia de um futuro hipotético e distante, estão deixando de ser apenas um conceito idealizado para se tornar realidade em vários lugares do mundo. Procurando utilizar as vantagens das novas tecnologias e buscar soluções inovadoras para resolver os problemas atuais da urbanização, o conceito de smart cities tem como objetivo tornar as cidades mais saudáveis e sustentáveis para a humanidade e para o meio ambiente.

Para isso, é necessário implementar novas estratégias e ferramentas capazes de otimizar os serviços e a infraestrutura da cidade, tornando todo o organismo urbano mais eficiente. Como resultado, as smart cities podem melhorar sua distribuição de energia, o seu sistema de coleta e gerenciamento de resíduos, a organização da mobilidade urbana e fluxo de pessoas, e até mesmo diminuir a poluição do ambiente e contribuir para a saúde da população.

Sendo assim, as mudanças promovidas pelas novas tecnologias e soluções para as cidades são nossa esperança por um futuro melhor, transformando os espaços urbanos em ambientes mais sustentáveis, seguros e que promovem cada vez mais qualidade de vida para os seus habitantes. Por conta disso, são a grande tendência de desenvolvimento das cidades do mundo inteiro, apontando para uma forma de vida mais saudável para todos.

E para quem acha que isso só acontece em novas cidades criadas para comportar este conceito, saiba que existem inúmeros exemplos de municípios que já estão se adequando a esta ideia e utilizando soluções inteligentes, inclusive no Brasil. Conheça a seguir 4 projetos de smart cities para descobrir esta nova forma de viver a cidade e ver como o futuro pode ser empolgante.

4 projetos de smart cities que você precisa conhecer

1. Barcelona

Barcelona é sempre uma das cidades mais citadas quando o assunto é smart cities, especialmente no campo da energia limpa. Tendo como objetivo se tornar a primeira cidade verdadeiramente inteligente da Espanha, em 2013 foi traçado um plano para alcançar o objetivo de ser uma “cidade autossuficiente de comunidades produtivas em velocidade humana, dentro de uma área metropolitana super conectada e com emissões neutras”.

Entre as soluções implementadas, estão sensores capazes de detectar a poluição do ar, níveis de ruído excessivo, umidade do ar e temperatura, utilizando as informações coletadas para regular as atividades urbanas de forma a tornar o ambiente mais confortável para todos. Além disso, foram instalados sistemas de irrigação que captam dados do ambiente para evitar o desperdício de recursos e fazer a correta manutenção da vegetação urbana, assim como diversos sensores e novos sistemas de transporte público para diminuir os níveis de emissão da cidade e gerenciar o fluxo de pessoas, reduzindo problemas de tráfego.

2. Londres

A cidade de Londres se destaca na lista de smart cities especialmente pelo seu sistema de tráfego. Enfrentando vários problemas de congestionamento, Londres investiu em diversas soluções para tornar o fluxo de pessoas mais eficiente e diminuir a quantidade de carros nas ruas, reduzindo os níveis de emissão e poluição da cidade.

Para isso, não apenas as sinaleiras são capazes de se programar para favorecer o tráfego dos sistemas públicos de transporte, como também existem avisos para os habitantes em tempo real a respeito da situação do trânsito. Os avisos a respeito do tráfego podem ser combinados com os benefícios do smart parking, que monitora a oferta de vagas de estacionamento disponíveis, para que os motoristas planejem seu caminho e evitem ficar mais tempo do que o necessário nas ruas.

3. Oslo

Com iniciativas para reduzir o uso de energia com iluminação urbana, implementação de estratégias de melhoria do transporte público e uma política agressiva para diminuição na utilização de veículos particulares, Oslo garante seu lugar na lista de smart cities mais relevantes do mundo. A preocupação com a redução do gasto de energia é bastante presente, sendo que grande parte da eletricidade utilizada na cidade já é de fontes sustentáveis, enquanto há até mesmo planos para banir a utilização de carros nas ruas de Oslo nos próximos anos.

4. São Paulo

São Paulo tem seu reconhecimento na lista de smart cities pela sua busca em se tornar um ambiente cada vez mais inovador e participativo. Neste sentido, podemos destacar o desenvolvimento do seu trabalho na melhoria da mobilidade urbana, com a criação de corredores de ônibus e do estímulo à utilização de transportes de zero emissão, como as ciclovias.

Sem dúvida, as smart cities são o futuro das cidades. Se você gostou do assunto, conheça a Vitacon – uma empresa que aposta no lançamento de empreendimentos inovadores para transformar a vida na cidade em São Paulo, uma das maiores referências de cidade inteligente no Brasil. Visite o nosso site e descubra nossos projetos recheados de soluções tecnológicas para trazer mais conforto e sustentabilidade à rotina dos centros urbanos.

Compartilhar

Novidades Vitacon

Assine nossa newsletter e acompanhe nossas notícias sempre em primeira mão:

whatsapp