Property investment and house mortgage financial concept, Hand putting money coin stack with wooden house

Investir em apartamento, casa ou imóvel comercial é o objetivo de muita gente. O investimento em imóveis oferece diversas vantagens aos seus investidores, mantendo-se sempre como uma opção muito atraente para quem busca aplicar o seu dinheiro em um negócio bem-sucedido. A segurança que o investimento imobiliário fornece ao dinheiro aplicado, assim como o potencial de valorização que os imóveis apresentam e a grande diversidade de negócios existente no mundo do mercado imobiliário são algumas das principais vantagens que esta modalidade de investimento apresenta.

No entanto, essa diversidade também pode ser fonte de confusão para muitos investidores interessados em fazer uma aplicação rentável no mercado imobiliário. Afinal, é melhor investir em apartamento, casa ou imóvel comercial?

A realidade é que não existe uma verdade absoluta. Os três podem ser ótimas opções de investimento para qualquer pessoa. No entanto, entender as diferenças entre eles é uma ótima maneira de descobrir qual a melhor alternativa para cada caso específico, garantindo que o investidor seja capaz de tirar o máximo proveito da sua aplicação. Confira a seguir as principais diferenças entre estes tipos de imóvel e aprenda se a melhor opção é investir em apartamento, casa ou imóvel comercial para você.

Quais fatores avaliar para decidir entre investir em apartamento casa ou imóvel comercial?

Demanda para locação

A locação residencial costuma ser mais segura em termos de demanda. Mesmo em períodos de crise econômica, as pessoas ainda têm a necessidade de possuir um lugar para morar. Por conta disto e do déficit habitacional do país, é seguro dizer que a demanda por residência é uma constante no mercado.
Por outro lado, a locação de imóveis comerciais depende muito da situação de atividade das empresas – que, por sua vez, está profundamente ligada ao contexto econômico do país. Desta forma, as altas e baixas da economia podem influenciar bastante na sua capacidade de manter um imóvel comercial locado, sendo que momentos de congelamento econômico podem significar que você terá de enfrentar um período com seu imóvel vago.

No entanto, é possível identificar que imóveis ocupados por alguns nichos do mercado tendem a apresentar mais estabilidade do que outros. É o caso de consultórios médicos ou odontológicos, por exemplo, que costumam se manter abertos de forma independente da situação econômica. Da mesma forma, áreas ocupadas por lojas ou restaurantes bem estabelecidos também possuem risco menor de serem evacuadas em momentos de resfriamento da economia.

Assim, neste sentido, investir em apartamento ou casa para locação residencial é uma opção que tende a variar menos com a situação econômica do país, o que pode significar maior garantia de que você será capaz de manter o imóvel ocupado em relação a um imóvel para locação comercial. No entanto, isso varia muito de caso a caso e deve ser estudado com cuidado pelo investidor para garantir que o imóvel tem boas chances de se manter locado com facilidade.

Duração dos contratos

Neste quesito, normalmente os imóveis comerciais possuem preferência pelos investidores porque eles costumam conseguir fechar contratos de locação mais longos do que quem resolve investir em apartamento ou casa residencial. Isso se dá principalmente porque é interessante para as empresas manterem o seu ponto, se tornando conhecidas por estarem localizadas naquele local e oferecerem serviço para aquela área, evitando a proximidade com concorrentes.

Isto pode significar uma grande tranquilidade para o proprietário do imóvel: existem contratos de locação de até 20 anos, que garantem o recebimento de renda mensal por um período significativo de tempo. No entanto, não são todos os imóveis comerciais que têm garantia de um contrato longo. Principalmente salas comerciais costumam ser procuradas por empresas novas e menores, o que pode aumentar o risco de vacância e inadimplência.

Por outro lado, os contratos residenciais tendem a serem mais curtos por conta da dinâmica natural das famílias, que tendem a aumentar e diminuir ao longo do tempo – o que gera necessidades diferentes com o passar dos anos. No entanto, isso não é necessariamente uma qualidade ruim. Por terem contratos com duração mais curta do que os contratos de imóveis comerciais, os imóveis residenciais oferecem a possibilidade de realizar ajustes mais frequentes no preço de locação, tanto no caso de casas quanto de apartamentos.

Em imóveis que são alugados por temporada, ou seja, contratos exclusivamente abaixo de 90 dias, esta possibilidade é ainda mais evidente. Como um imóvel em cidade turística ou litorânea tende a atender diversos usuários em poucos meses, você será capaz de reajustar o preço de acordo com o contexto de cada momento: quanto maior a saturação do mercado, com menos imóveis disponíveis para aluguel naquele período, mais você poderá aumentar o valor da locação e ampliar o seu lucro.

Lucro e rentabilidade

O investimento em imóveis para locação, de forma geral, é uma aplicação rentável. A geração de renda mensal é um grande ponto positivo que estimula os investidores a procurarem esta modalidade de investimento, por garantir o retorno gradativo da aplicação. No entanto, investir em apartamento, casa ou imóvel comercial pode apresentar algumas diferenças quanto à quantia recebida mensalmente e ao tempo de retorno necessário para compensar o investimento.

Estimativas afirmam que investir em apartamento ou casa residencial normalmente gera um retorno médio de 0,6% a 0,8% do valor do imóvel por mês, enquanto um imóvel comercial costuma conseguir alcançar um retorno médio de 0,8% a 1,0% do valor do imóvel por aluguel. Isso pode se dar por vários motivos, mas normalmente os inquilinos de imóveis comerciais costumam estar mais dispostos a pagar mais por uma propriedade bem localizada, já que esta é uma característica muito importante para o sucesso dos negócios.

Dentre os imóveis residenciais, normalmente o aluguel de casas alcança valores maiores do que apartamentos de mesmo padrão construtivo, pois costumam ter áreas maiores e oferecer maior conforto aos usuários. No entanto, existem opções de apartamento com maior potencial de retorno, como apartamentos de um dormitório – que normalmente têm o m² mais valorizado que as outras opções e podem ter um rendimento bastante elevado.

Você já sabia de todas as diferenças entre investir em apartamento, casa ou imóvel comercial? Conhecia as vantagens e desvantagens do seu imóvel para investimento preferido? Para aprofundar ainda mais seus conhecimentos no mundo do investimento imobiliário, acesse nosso próximo artigo e descubra quais os riscos de investir em um tipo de imóvel apenas.

0
master
master
Posts Relacionados