Sim e não! Isso porque a estrutura de um prédio coliving, em diversos aspectos, é bastante similar a de um prédio tradicional, mas possui suas particularidades. Nesse modelo de moradia, existem as áreas privativas, mas também existem os ambientes compartilhados, e é nessas áreas comuns aos moradores que podemos encontrar as principais diferenças entre o condomínio tradicional e o prédio coliving.

O foco de um prédio coliving é, por meio do compartilhamento de ambientes, gerar uma experiência nova e mais multifacetada para os seus moradores. Através da convivência, da troca de ideias, busca-se desenvolver um senso de comunidade hoje bastante escasso nas grandes cidades.

Neste artigo, apresentaremos alguns dos ambientes que são comumente compartilhados nas estruturas de prédio coliving. Aqui, veremos também as diferenças que essas estruturas apresentam em relação a um condomínio tradicional. Acompanhe a seguir.

O prédio coliving é diferente do condomínio tradicional no estilo de vida proporcionado

Apesar de diferente, o coliving não traz nenhum demérito em relação à forma de morar mais tradicional dos dias de hoje, seja um apartamento privativo ou uma casa. As diferenças são bastante significativas, trazendo importantes pontos positivos que devem ser levados em conta.

A economia financeira gerada por meio da estrutura já presente no coliving, incluindo cozinha, lazer e local de trabalho é um desses pontos positivos. Mas a mudança maior apresentada por esses espaços compartilhados não tem a ver diretamente com o lado financeiro, mas sim com a experiência proporcionada e em como isso incide diretamente na maneira como vivemos.

Esse é um jeito novo de enxergar a vida nos grandes centros urbanos. Com essas estruturas compartilhadas, deixamos de nos manter isolados dentro das nossas casas e resgatamos o contato humano e o senso de comunidade, sem abrir mão do conforto e da praticidade dos nossos dias. Por isso, é possível afirmar que o prédio coliving é diferente do condomínio tradicional, sobretudo no que diz respeito a questões envolvendo estilo de vida e comportamento.

Como é a estrutura de um prédio coliving?

Em uma primeira olhada, o prédio coliving pode parecer-se com um condomínio mais tradicional. Ele conta com áreas privativas, para garantir a privacidade de seus moradores, dispositivos de segurança, espaços de lazer.

No entanto, há maior diferença em termos de quantidade e qualidade das áreas compartilhadas entre os moradores. Nos prédios tradicionais, geralmente, há apenas opções como salão de festas, playground, churrasqueira e espaço fitness nos empreendimentos mais modernos. Já nos prédios coliving, são ofertadas mais possibilidades, abrangendo desde espaços até serviços e objetos compartilhados – como automóvel, ferramentas, bicicletas, entre outros.

A seguir, saiba mais sobre os espaços mais comumente encontrados na estrutura de um prédio coliving.

Academia

Quanto mais próxima de casa for a academia, melhor. Muitas pessoas acabam desanimando ou até mesmo nem começando uma rotina de exercícios por conta do deslocamento até a academia.

Com uma academia bem estruturada e climatizada incluída dentro das dependências do condomínio, os moradores não precisam encarar o trânsito para entrar em forma e ganhar qualidade de vida. Alguns prédios coliving ainda contam com visitas semanais ou até mesmo diárias de personal trainers que auxiliam os moradores a montarem uma rotina adequado de exercícios.

Coworking

Se o coliving é uma forma contemporânea de enxergar os espaços, o coworking é o seu equivalente quando falamos em trabalho. O coworking é um espaço laboral compartilhado, um ambiente equipado para receber diversos tipos de ocupações, com toda a infraestrutura necessária para você trabalhar e fazer networking.

Hoje, muitos profissionais e empresas optam pelo home office pelas mais variadas razões. No entanto, ao trocar o trabalho em casa pelo coworking, os ganhos são significativos. Dividindo materiais e estrutura, torna-se muito econômico trabalhar nesses ambientes. Além disso, divide-se experiências com quem trabalha ao lado, formando uma rede de profissionais de diferentes ocupações capaz de criar projetos e gerar novas ideias e parcerias.

Lavanderia

Os custos de aquisição e de manutenção de uma máquina de lavar roupas podem ser elevados. Assim, para poupar despesas, é comum que um prédio coliving possua sua própria lavanderia para usufruto compartilhado entre seus moradores.

Cozinha, churrasqueira e espaço gourmet

No prédio coliving, o morador abre mão da preocupação com equipamentos, utensílios e eletrodomésticos de cozinha. Esses são gastos muitas vezes expressivos para quem está equipando um apartamento ou uma casa e referem-se a itens que serão, por vezes, utilizados apenas esporadicamente.

Entretanto, em um prédio coliving, geralmente, esse modelo de moradia conta com uma cozinha compartilhada pronta para o uso, sem a necessidade de investimento por parte dos moradores.

Há também alguns modelos de prédio coliving que disponibilizam churrasqueira equipada e um espaço gourmet, ambientes ideais para receber os amigos, realizar uma confraternização, um reencontro ou um aniversário.

Bicicletário

Por serem instalados em construções que comumente ficam nas partes mais movimentadas dos centros urbanos, boa parte dos colivings contam com um bicicletário integrado. Isso porque, estando em um bairro no qual não é preciso percorrer grandes distâncias para chegar até o trabalho, até o mercado mais próximo ou para cumprir afazeres como ir ao banco, a bicicleta torna-se peça importante para o morador.

Através do uso da bicicleta, é possível não só ganhar em saúde e tempo, visto que o trânsito na maioria das cidades brasileiras sofre com grandes congestionamentos, mas também financeiramente, já que realizar a manutenção de um carro demanda custos elevados.

Diferentes opções de entretenimento

Um prédio coliving também pode apresentar alternativas compartilhadas de entretenimento atrativas para os seus moradores.

Uma televisão de boa qualidade, um sistema de som de igual nível e um local confortável para sentar e assistir a um filme, em um espaço semelhante a um cinema em casa pode ser encontrado em empreendimentos coliving. Alguns desses projetos ainda contam com um bar ou salão de jogos para garantirem a diversão de seus moradores.

E então, o que você achou da estrutura do prédio coliving? Para saber mais sobre esse tipo de proposta, conheça o VN Consolação, empreendimento da Vitacon com unidades coliving!

0
master
Posts Relacionados