ON Blog

Seja bem-vindo
ao Blog da Vitacon

Fale Conosco
  • Whatsapp
    11 97534 6551
  • Chat
    Online Agora
  • Telefone
    11 3588 4101

Vitacon paga aluguel a proprietário mesmo com imóvel vazio. Entenda como essa conta fecha

Imprensa • 10/06/2020 • min. Vitacon paga aluguel a proprietário mesmo com imóvel vazio. Entenda como essa conta fecha

Publicado por 6Minutos*

Enquanto todo mundo está dentro de casa por causa do coronavírus, a Vitacon, que começava a dar os primeiros passos no mercado de locação de imóveis, decidiu se lançar em uma nova empreitada. Nesse novo negócio, ela  garante o pagamento do aluguel a proprietários mesmo que o imóvel não esteja alugado. Parece estranho? O 6 Minutos te ajuda a entender a estratégia.

A Vitacon opera em várias frentes do mercado imobiliário. Uma delas é a de administração de imóveis para locação em bairros bem localizados e com alugueis mais valorizados, como a Paulista, Faria Lima e Jardins, em São Paulo. Além de alugar o imóvel, o inquilino pode contratar limpeza do apartamento, serviço de lavanderia e academia, por exemplo. Esses serviços extras também são fonte de receita e por isso a companhia consegue uma rentabilidade até 50% maior que as locações tradicionais.

É com essa receita extra que Alexandre Frankel, CEO da companhia, diz que vai pagar o aluguel de imóveis com vacância. Com isso, ele quer atrair proprietários de apartamentos bem localizados e de alto valor agregado para ampliar o portfólio disponível para locação. A empreitada é chamada de Housi iRent.

“Tem gente que já tem o imóvel e não quer investir em fundo imobiliário. Esse cara precisa de uma solução”, diz Frankel.

Como funciona? O proprietário do imóvel procura a Vitacon, que precifica o aluguel em R$ 3 mil, por exemplo. Esse valor será pago todo mês ao proprietário pela própria Vitacon enquanto o contrato entre ambas as partes vigorar. O contrato é entre proprietário e Vitacon, e independe de haver  inquilino.

Daí, quando um inquilino aluga esse imóvel, ele paga esses R$ 3 mil mais um valor extra definido pela Vitacon e, se quiser, contra serviços de faxina, lavanderia, delivery.

Se o imóvel não é alugado, a Vitacon faz a gestão do caixa e mantém o pagamento de R$ 3 mil ao proprietário.

Qual o desafio? Para o analista de fundos imobiliários Daniel Chinzarian, da corretora Guide, há um detalhe. Se o nível de vacância for alto, o negócio não será sustentável.

A receita com os serviços como faxina não vai cobrir o pagamento de muitos imóveis vazios. Segundo a própria Vitacon, cada faxina custa R$ 100. Enquanto isso, lembra Chinzarian, o padrão da Vitacon é mais alto e imóveis são mas caros.

Que critérios são analisados na precificação do imóvel? Facilidade de acesso, mobiliário, iluminação e segurança.

Há mercado que sustente esse modelo? Frankel defende que sim, e cita o aumento de pessoas querendo sair da casa dos pais, decidindo morar sozinha, se divorciando. “A demanda é de cerca de 2 milhões de unidades por ano, e o mercado de novos imóveis não entrega nem metade disso”.

Frankel acredita que o próprio deficit habitacional vai dar escala ao mercado de locação que ele opera. E é essa escala que, na visão de Frankel, dá sentido ao negócio da Housi iRent.

A crise do coronavírus ameaça o negócio? Na visão de Frankel, não. “O impacto da pandemia é mínimo porque morar é a primeira necessidade e há uma resiliência nessa classe de ativo”, diz.

Ele cita o caso dos EUA, onde o mercado de administração residencial é mais desenvolvido. “Ali, praticamente não houve impacto porque as pessoas estão dentro de casa, mais que nunca”.

Mas é preciso cautela, sugere Chinzaram, da Guide. Ele lembra que parte da receita da Vitacon inclui os aluguéis temporários, de pessoas que estão passando alguns meses em outra cidade, a trabalho. Pelo menos por enquanto, esse tipo de viagem está suspensa, o que pode gerar queda na receita.

A Housi iRent foi lançada no final de abril. Alguns negócios têm sido fechados com proprietários e inquilinos. Mas a necessidade do distanciamento social dificulta processos importantes como a vistoria. Elas devem ocorrer à medida em que a situação se normaliza.

Texto: Sara Abdo 

Foto: Divulgação/Vitacon

Relacionados
Investimento Descomplicado

Desde 2009, trabalhamos com
o propósito de reinventar a cidade.

Buscamos soluções inteligentes
de moradia que melhoram a qualidade
de vida de todos.