Vitacon no Estadão_2

Prédio em SP terá miniapartamento de apenas 14 m²

“Seu apartamento pelo preço de um carro: o menor e mais inteligente apartamento do Brasil”. É com essa premissa marqueteira que a incorporadora e construtora Vitacon prepara o lançamento de um edifício, no Bom Retiro, que terá unidades de 14 metros quadrados – oficialmente, o preço e a data de lançamento ainda não foram divulgados, mas corretores ouvidos pela reportagem cravam em valores a partir de R$ 89 mil e no início das vendas na próxima terça (17). Se o preço é de um carro, a área interna equivale ao espaço de duas Kombis. (Na foto acima, maquete do empreendimento.)

É uma tendência. Levantamento obtido pelo Estado mostra que, nos últimos dez anos, o número de unidades lançadas em São Paulo com menos de 40 metros quadrados saltou de 960 para impressionantes 7.810 – de 2005 a 2014. Até setembro deste ano, com crise e tudo, já são 3.170 lançamentos do tipo na cidade. Os dados são da Empresa Brasileira de Estudos do Patrimônio (Embraesp).

“Isto aconteceu porque os imóveis se tornaram muito caros em São Paulo. Assim, as unidades menores surgiram como soluções não proibitivas”, analisa Fernando Pompéia, diretor de Planejamento e Pesquisa da Embraesp. “E o mercado imobiliário vive de ciclos. Se uma empresa lançou apartamento muito pequeno e fez sucesso, outras vão atrás.”

O cenário é confirmado por outro estudo da Embraesp, que detalha como a metragem quadrada dos novos apartamentos da cidade está despencando. Um apartamento de um quarto lançado em 2009 tinha, em média, 55,69 metros quadrados. Neste ano, a média caiu para 34,37 metros quadrados. Considerando a totalidade de unidades lançadas na cidade, de todos os tamanhos e padrões, a média era 79,7 metros quadrados em 2009 e, agora, está em 58,04 metros quadrados.

 

Fonte: Estadão

0
master
Posts Relacionados