ON Blog

Seja bem-vindo
ao Blog da Vitacon

Fale Conosco
  • Whatsapp
    11 97534 6551
  • Chat
    Online Agora
  • Telefone
    11 3588 4101

De visitas à assinatura do contrato: tudo online

Imprensa • 13/05/2020 • min. De visitas à assinatura do contrato: tudo online

Publicado por Forbes Brasil*

A pandemia do novo coronavírus forçou as construtoras a acelerarem a adoção de plataformas digitais para vendas de imóveis. A prática, pouco comum num setor muito tradicional, tem ajudado a amenizar as perdas provocadas pelos fechamentos dos estandes. A Pride Construtora e Incorporadora, por exemplo, fechou recentemente o primeiro contrato de compra 100% online.

Thiago Kuntze, sócio-proprietário e diretor de experiência do cliente, comemorou a ação. “Ficamos muito felizes em poder garantir a realização do sonho de uma família e, principalmente, em oferecer bem-estar e segurança a todos os envolvidos no processo, desde o corretor até o cliente”, destacou.

Já para a InstaCasa, uma construtech que trabalha com realidade aumentada, a dependência tecnológica do momento fez com que as pessoas enxergassem com outros olhos sua inovação. Com a pandemia, a empresa saltou de 15 mil para mais de 18 mil lotes em empreendimentos contratados, um crescimento de 20%.

Para a empresa, essa valorização mostra um aceleramento no processo de digitalização como um todo. “Temos nove empreendimentos contratados de março até este momento. A média desde a fundação era de um empreendimento por mês. Entre março e abril foram quatro. Se analisarmos bem, a demanda quadruplicou desde o início da pandemia.”

Na modalidade aluguel, a Housi, plataforma digital de moradia on demand, acaba de lançar a plataforma Housi IRent, serviço de gestão de locação que garante ao locatário o pagamento de um valor fixo por mês, como se tivesse alugado sua casa para um inquilino tradicional, independentemente de o imóvel ter sido alugado ou não. Uma vez assinado o contrato com o proprietário, a empresa passa a ser responsável por toda a gestão de locação da propriedade, distribuindo-a em suas plataformas online – site e app, além dos parceiros Airbnb, Booking.com, Zap e Imóvel Web, que direcionam os interessados para os canais da marca.

“O serviço foi criado para suprir a necessidade de proprietários que, em geral, ficam com seu empreendimento vago por um período de três a quatro meses, média da taxa de vacância no Brasil. Para resolver esse problema, nós assumimos o risco e garantimos a rentabilização ao proprietário já no primeiro mês, com o pagamento de um valor mensal fixo acordado em contrato”, explica Alexandre Frankel, CEO da Housi.

O executivo, que também atua como CEO da incorporadora Vitacon, diz que “as ferramentas tecnológicas estão sendo produzidas e consumidas por uma geração que não olha para trás, não liga para rótulos, concepções e não está preocupada com processos intocáveis, burocráticos”. A companhia assinou, nesta semana, sua primeira escritura de compra e venda de modo 100% digital, em parceria com o Cartório Dinamarco, no Estado de São Paulo.

A incorporadora, agora, consegue realizar suas operações de modo totalmente online, dos estandes virtuais que o cliente pode acessar no site até a venda efetiva do imóvel, passando pela assinatura de contrato e agora, atingindo a fase de lavratura da escritura, por meio de videoconferência e assinatura digital. “A virada que a tecnologia traz para o setor é uma mudança de paradigma: saem o papel, o carimbo e a burocracia, entram o bom senso, a eficiência e a assinatura digital. Definitivamente é uma novidade que veio para ficar.”

*Este é um trecho da reportagem "10 medidas que estão garantindo a sobrevivência dos negócios em meio à pandemia" publicado no portal da Forbes Brasil. Se quiser ler o conteúdo completo, clique aqui.

Texto: Beatriz Calais 

Foto: Divulgação/ Vitacon

Relacionados