Cidade Colaborativa- Os projetos – Serviços

Dar o melhor uso aos produtos que já existem. Essa é a filosofia em tempos de economia do compartilhamento. Cada vez há mais adeptos do consumo consciente – que para muitos é visto como uma contribuição individual para fortalecer iniciativas mais sustentáveis em toda a cadeia de produção. Quem se muda precisa de fato de uma furadeira para fixar os quadros na parede?

Qual é a lógica de manter o equipamento em casa por anos com pouco ou nenhum uso? Há centenas de exemplos similares. Atualmente, é possível alugar praticamente qualquer coisa, num mercado virtual sem atravessadores. Algo inimaginável há 20 anos. A nova realidade incomoda os prestadores de serviço tradicionais, mas o fato é que os consumidores já perceberam as vantagens dos serviços compartilhados.

Confira todos os projetos no guia “Cidades Colaborativas”. Clique aqui e faça o download gratuito.

0
master
Posts Relacionados