ON Blog

Seja bem-vindo
ao Blog da Vitacon

Fale Conosco
  • Whatsapp
    11 97534 6551
  • Chat
    Online Agora
  • Telefone
    11 3588 4101

Apartamentos supercompactos

Imprensa • 10/02/2020 • min. Apartamentos supercompactos

Publicado por Estadão*

Ter menos trabalho com manutenção e limpeza e mais acesso a serviços e áreas com partilhadas reduz a locomoção e os gastos individuais. Condomínios de apartamentos minúsculos em regiões estratégicas oferecem áreas de convívio mais equipadas e serviços essenciais

Vários empreendimentos imobiliários em São Paulo têm investido em localizações estratégicas e infraestrutura sofisticada ao erguer condomínios de apartamentos pequenos e vida útil voltada para fora, com soluções em comum a todos os moradores e que vão desde lavanderia até coworking e salas de cinema. A ideia é que os apartamentos pequenos se adaptem melhor a grandes prioridades. Ao atender as pessoas que passam muito tempo fora de casa e os que vivem a primeira experiência de morar sozinho, o investimento se orienta por estrutura de serviços oferecidos e não por metro quadrado.

Em São Paulo, quatro em cada dez apartamentos novos não têm garagem; morar e se locomover no espaço urbano demanda soluções integradas e coletivas: carro compartilhado e lavanderia de uso comum são exemplos

A ideia é que os apartamentos pequenos se adaptem melhor a grandes prioridades. Ao atender as pessoas que passam muito tempo fora de casa e os que vivem a primeira experiência de morar sozinho, o investimento se orienta por estrutura de serviços oferecidos e não por metro quadrado.

EU VIVO ASSIM

O engenheiro Marcelo Severino, de 38 anos paga R$ 1.650 (impostos, aluguel e condomínio) por um quarto de 14 metros quadrados no edifício Vita Bom Retiro. “Eu poderia morar com meu pai num apartamento de 200 metros quadrados, no extremo sul da cidade, a 25 quilômetros de distância. Mas aqui fico a cerca de 500 metros de onde trabalho”, diz Severino. “É um custo pa - ra moradia que não acho alto para São Paulo, principal - mente pelo que o condomínio oferece.” O engenheiro não costuma passar o final de semana em casa, viaja muito a trabalho e hospeda-se com frequência em quartos pequenos de hotel.

SOMENTE O NECESSÁRIO

Estúdios de 10 metros quadrados são a aposta da Vitacon. No edifício Novo Higienópolis, que também abriga unidades de até 77 metros quadrados, há serviços de cinema com bar, horta, guarda-entregas, bicicletas, ferramentas, carro compartilhado e academia. A fechadura é biométrica.

“A moradia compacta é uma forma de torná-la mais acessível. Além de prática, permitimos que pessoas morem em regiões com mobilidade privilegiada, antes ao alcance apenas de grupos com alto poder aquisitivo”, afirma Alexandre Lafer Frankel, CEO da empresa. No metro quadrado de R$ 9.900 do bairro, as unidades menores custam R$ 99 mil.

Da Setin Incorporadora, o residencial Downtown São Luís, numa das esquinas da Rua da Consolação, oferece apartamentos de no máximo 20 metros quadrados e tem nas áreas comuns uma sala para os serviços de entrega por internet ou aplicativo. Eduardo Pompeo, diretor de incorporação da Setin, explica que os empreendimentos mais recentes apostam nos novos modais de transporte e reduzem em quase 80% o número das vagas de garagem. “A questão da mobilidade é diferente do que era cinco anos atrás. O carro não é diferencial, não há demanda para ele”, diz Pompeo. “Academia estruturada, espaço gourmet multiuso, piscina e lavanderia coletiva são quase obrigatórios nos projetos de apartamentos compactos.”

CARACTERÍSTICAS DOS COMPACTOS

MOBILIDADE

Costumam ser bem localizados. Alguns condomínios oferecem bicicletas para os moradores. PADRÃO CLUBE

A segurança tende a ser redobrada. Há piscina, aca - demia, lavanderia, salão de jogos e uma área para receber e cozinhar.

SOLUÇÕES INTELIGENTES

Móveis multifuncionais, co - mo mesa retrátil, suporte de TV giratório e estantes vazadas, valorizam o espaço.

CUSTOS REDUZIDOS

Cozinha grande, sala de estar, escritório e lavanderia saem do apartamento e passam a fazer parte do edifício. Isso se reflete em redução de custo do imóvel e de despesas.

TENDÊNCIAS

Consumir menos, reduzir a quantidade de lixo e diminuir o prejuízo ao meio ambiente são reflexos desse jeito de morar.

Texto: Hysabella Conrado 

Foto: Divulgação/Vitacon

Relacionados
Investimento Descomplicado

Desde 2009, trabalhamos com
o propósito de reinventar a cidade.

Buscamos soluções inteligentes
de moradia que melhoram a qualidade
de vida de todos.