Um motivo saboroso para escolher a Vila Mariana

São Paulo tem programação para todos os gostos e idades, mas uma sensação entre os jovens são os food parks.

Na Vila Mariana, bairro que tem faculdades, universidades e instituições de ensino, ter um food park parece ser o local para reunir os amigos, não se engane se o encontro for em um foodpark “anti-foodpark”. Sim, você leu direito.

Língua, o foodpark “anti-foodpark” feito pela Vitacon em parceria com a contain[it]. Quer saber porque e considerado assim? Segundo Arthur Norgren, sócio da contain[it], depois do “boom inicial dos foodparks, percebemos diversas fragilidades na estrutura deste modelo de negócio: Os operadores tinham pouca experiência para gerenciar seu negócio e em alguns casos ofereciam produtos de baixa qualidade. Outro ponto é que os operadores eram orientados no retorno a curto prazo e pagavam preços altíssimos de aluguel num espaço em que eram instalados muitos lojistas para o potencial dos terrenos. Resultado: poucos foodparks sobreviveram no mercado, provando que a conta não fechava”.

Para ser diferente desse modelo, o Língua veio com o objetivo de revolucionar, com preços justos, boa localização e um ambiente super confortável e descontraído, bem como todos os projetos com participação Vitacon, tanto que a incorporadora disponibilizou um terreno de 500m².

“Acreditamos que São Paulo precisa de mais espaços como este, próximo da Belas Artes, ESPM, SENAI, Cinemateca Brasileira, estação de metrô Vila Mariana para que os jovens estudantes possam compartilhar e vivenciar essa forma de conexão com o meio urbano”, comenta Alexandre Lafer, CEO da Vitacon.

O Língua fica na Rua Humberto I, 1.007, Vila Mariana, e a entrada é gratuita.

Que tal explorar o bairro e parar para encontrar os amigos?

0
master
master
Posts Relacionados