Por que você deve diversificar os investimentos_

Os bons investidores buscam boas formas de diversificar os investimentos e diminuir os riscos envolvidos nessas operações. Mesmo quando encontram formas promissoras de aplicar o seu dinheiro, sempre existe uma preocupação em relação às baixas na rentabilidade – que podem comprometer toda a lucratividade quando todo o capital está aplicado no mesmo investimento.

A boa notícia é que existem alternativas para diversificar os investimentos e deixar os investidores com os mais diferentes perfis satisfeitos. Desde renda fixa até operações com imóveis, o que não faltam são boas formas de variar as aplicações.

Um investidor que aplica todo o seu capital em ações corre o risco de ter uma grande perda em um momento de recessão na economia. Enquanto isso, aquele que tem outras aplicações consegue compensar as perdas com as ações por meio dos ganhos obtidos com outros investimentos.

Neste artigo, veremos porque você deve diversificar os investimentos e como colocar isso em prática. Confira.

A importância de diversificar os investimentos

Grande parte dos investidores já ouviu falar que diversificar os investimentos para potencializar os resultados obtidos é uma boa estratégia, entretanto, muitos deles não compreendem qual é a lógica por trás dessa recomendação. Se o seu investimento oferece uma grande rentabilidade, por que aplicar o seu dinheiro de outras formas?

Para que fique clara a importância de diversificar os investimentos, destacamos quais são as principais vantagens ao tomar essa decisão:

  • Diminuição dos riscos. Quando todo o seu dinheiro está aplicado no mesmo investimento, um pequeno revés pode comprometer a sua renda. O principal benefício da diversificação dos investimentos é a redução desses riscos e a garantia de que a sua rentabilidade sempre será positiva.
  • Aumento da rentabilidade. Um investidor que encontra as melhores formas de diversificar os negócios consegue não só diminuir os riscos, mas também aumentar a rentabilidade obtida com várias aplicações lucrativas.
  • Experiência no mercado de investimentos. Diversificar os investimentos é uma ótima forma de adquirir mais experiência no mercado e encontrar novas formas de aplicar o seu dinheiro.
  • Liberdade financeira. Colocar todos os seus recursos no mesmo investimento pode significar o comprometimento da liquidez desse capital. Com investimentos diferentes, você tem mais liberdade para aplicar e recuperar o seu dinheiro – respeitando o tempo necessário para ampliar a rentabilidade de cada um.

Os tipos de investimentos mais certeiros

Você busca diversificar os investimentos, mas não conhece as alternativas rentáveis? O mercado oferece opções que conseguem agradar a todos os perfis de investidores. Vamos falar um pouco sobre elas?

Renda fixa

Os investimentos de renda fixa são aqueles que permitem uma boa previsibilidade antes de realizar a operação, e oferecem certa garantia ao investidor. Um ótimo exemplo de investimento em renda fixa é a poupança – que é muito popular entre os brasileiros, mesmo oferecendo uma baixa rentabilidade.

Veja outras alternativas de investimentos em renda fixa:

  • Tesouro Direto
  • CDB (Certificado de Depósito Bancário)
  • LCI (Letra de Crédito Imobiliário)
  • LCA (Letra de Crédito do Agronegócio)
  • Debêntures
  • Fundos de investimento
  • Certificado de Operações Estruturadas (COE)

Renda variável

Diferente da renda fixa, os investimentos de renda variável não possuem garantias de retorno – o que aumenta os riscos, mas, também, o potencial de lucratividade. Veja as principais escolhas de renda variável:

  • Ações
  • Fundos de ações
  • Fundos multimercado
  • Fundos imobiliários
  • Derivativos
  • Certificado de Operações Estruturadas (COE)

Franquias

O investimento em franquias é cada vez mais comum no Brasil. Existem alternativas de empresas de sucesso que possuem um modelo de negócio consolidado e não necessitam que o investidor esteja presente no dia a dia das operações – se tornando um bom investimento.

Apesar disso, a complexidade envolvida nessa operação ainda é maior do que as demais alternativas – afinal, trata-se de uma empresa que precisa ser gerenciada adequadamente. Portanto, é uma opção para diversificar os investimentos apenas para aqueles com uma veia empreendedora.

Imóveis

O investimento em imóveis é uma alternativa muito segura e rentável para os investidores. Por essa razão, é comum que essa seja a primeira escolha quando falamos sobre diversificar investimentos.

Além disso, dentro do mercado imobiliário, é possível diversificar bastante os investimentos: um imóvel comercial no centro da cidade, um apartamento residencial em um bairro tradicional, uma casa de praia no litoral ou um chalé em uma cidade turística. Encontrando boas oportunidades de negócio, os imóveis podem ser muito lucrativos.

Cuidados na diversificação

Apesar dos benefícios da diversificação de investimentos, existem alguns cuidados que os investidores precisam tomar antes de começar a diversificar as aplicações: a falsa diversificação e a falta de planejamento.

Falsa diversificação

Imagine que o seu único investimento seja em um grande imóvel comercial próximo ao centro da cidade, que garante um bom valor de aluguel. Pensando em diversificar os investimentos, você investe em outros dois imóveis comerciais naquela região.

Apesar da sensação de que existe uma diversificação, a verdade é que esses negócios são muito semelhantes. No momento em que a cidade começar a crescer em outro centro comercial e os empresários perderem o interesse na região dos seus imóveis, a tendência é que todos os seus investimentos percam a rentabilidade.

Por essa razão, é preciso ter cuidado com a falsa diversificação, que acontece quando o investidor pensa estar diversificando os investimentos quando, na verdade, está investindo da mesma forma – o que não reduz os riscos e nem apresenta outros benefícios estratégicos.

Falta de planejamento

Os seus novos investimentos merecem o mesmo planejamento feito na sua aplicação principal. Um erro muito comum dos investidores é buscar a diversificação dos seus investimentos sem dar muita atenção aos novos mercados – o que pode significar uma má aplicação de recursos.

O que garante o sucesso dessa estratégia de diversificar os investimentos é ter várias aplicações rentáveis. Isso significa que não adianta seguir essa estratégia com a compra de ações se você não conhece nada sobre a bolsa de valores – o que pode ampliar os riscos e diminuir a sua rentabilidade.

Você já conhecia a importância de diversificar os investimentos? Gostou das dicas apresentadas neste artigo? Deixe o seu comentário e até a próxima. 

0
master
master
Posts Relacionados