Dependência de crédito no mercado imobiliário

Você sabia que existe uma grande dependência de crédito no mercado imobiliário? Quando um investidor começa a planejar o investimento em imóveis, é muito difícil compreender todos os fatores que podem afetar os rendimentos da operação, certo? A dependência de crédito é um desses fatores que exerce grande influência.

A compra de um imóvel é uma negociação que envolve um grande investimento financeiro, e, para grande parte da população, a única forma de conseguir pagar por uma casa ou um apartamento é por meio de um financiamento.

Imagine que você tenha um salário de R$6 mil – que é uma quantia acima da média da população brasileira. Seria necessário economizar por muitos anos para conseguir comprar um imóvel de R$120 mil, não é? Por outro lado, um financiamento possibilita antecipar a aquisição do imóvel com pagamento ao longo de vários anos.

Diante desse cenário, neste artigo, falaremos mais a respeito das consequências da dependência de crédito no mercado imobiliário. Confira.

Como a oferta de crédito afeta o mercado imobiliário?

Acabamos vimos, grande parte dos brasileiros depende de um financiamento ou de um empréstimo para fazer a compra de um imóvel, certo? A consequência direta disso é bem simples de entender: os imóveis só são comprados quando o crédito está mais acessível à população.

É por isso que a dificuldade na obtenção do crédito gera uma queda na compra e venda de imóveis – o que pode tornar mais lenta a rentabilidade sobre um investimento. Essa dependência de crédito afeta não só as pessoas que desejam comprar uma casa, mas também os investidores que procuram por bons compradores.

Nos momentos de crise, esse cenário fica mais evidente. O Brasil passou por um período em que as instituições financeiras tornaram maiores as exigências para o, acesso ao crédito imobiliário, por conta do aumento da taxa Selic e diminuição do poder de compra da população. Com a diminuição do crédito imobiliário, também diminuiu a procura por imóveis próprios.

Consequências da dependência de crédito

Mas então, como essa dependência de crédito afeta a sua atuação no mercado imobiliário? Será que você deveria alterar as suas estratégias de investimento por conta da facilidade ou dificuldade na obtenção de crédito imobiliário?

Para ajudá-lo a fazer essa análise, listamos as principais consequências da dependência de crédito no mercado imobiliário:

Diminuição do poder de compra da população

Conforme vimos, a dependência de crédito é uma consequência do baixo poder de compra da população brasileira. Muitas pessoas não fazem planos de longo prazo para a compra de bens de maior valor aquisitivo – o que contribui para criar uma forte cultura de que o financiamento é a melhor forma para comprar um imóvel.

Depender do crédito imobiliário significa que o mercado só se movimenta de forma dinâmica quando as pessoas conseguem ter acesso a financiamentos e empréstimos, que possibilitam a compra de um imóvel – o que depende de uma série de fatores externos.

Dificuldade na compra

Comprar um imóvel é muito difícil, e se torna quase impossível sem a possibilidade de obter crédito imobiliário. Em períodos de crise, não só acontece um aumento nas exigências para obter um financiamento, como também existe uma mudança na mentalidade da população – que busca garantir o pagamento das suas contas básicas sem aumentar as despesas mensais.

Redução da demanda

Como consequência da dificuldade na compra de imóveis, também acontece uma redução da demanda por imóveis. Quem mais sente esses efeitos são as imobiliárias e corretores – que precisam se esforçar mais para realizar a venda de imóveis. Mas não só eles: os investidores também podem enfrentar dificuldades no momento da venda.

Boas oportunidades de compra

Você já ouviu falar sobre a lei de oferta e demanda? Nos períodos em que existe uma baixa procura pelos produtos, os preços tendem a diminuir, e essa lógica pode ser aplicada no mercado imobiliário nos períodos de dificuldade na obtenção de crédito – gerando boas oportunidades de compra.

Oportunidades decorrentes da oferta de crédito

Com todo o impacto causado no mercado imobiliário pela dependência de crédito, é importante reconhecer quais são as oportunidades que surgem dessas mudanças para os investidores. Quanto mais domínio você tem sobre o mercado imobiliário, mais confortável fica para alcançar bons resultados.

As oportunidades decorrentes da oferta de crédito imobiliário surgem tanto em momentos de facilidade de acesso ao crédito quanto nos de dificuldade.

Oportunidades na dificuldade de acesso ao crédito

Nos momentos de dificuldade de acesso ao crédito, o mercado imobiliário fica paralisado. Será que isso significa que você deve desistir de investir em imóveis? Nada disso! Com a diminuição da demanda por casas e apartamentos, são grandes as chances de encontrar imóveis por bons preços e negociar valores ainda melhores.

Quem deseja vender seus imóveis está propenso a reduzir o preço para fechar a venda, e essa é uma ótima oportunidade para investir por preços abaixo do mercado, e aguardar o momento certo para vendê-los.

Oportunidades na facilidade de acesso ao crédito

Por outro lado, nos momentos em que o crédito está acessível para a população, você pode aproveitar as oportunidades de venda. Com o aumento da procura por casas e apartamentos, esse pode ser o momento ideal para vender aquele imóvel comprado quando os preços estavam mais baixos.

A lógica para obter uma rentabilidade satisfatória no investimento em imóveis é comprá-los por um bom preço e revendê-los por um valor superior, certo? As mudanças em relação ao acesso ao crédito imobiliário podem trabalhar ao seu favor para que essa missão seja alcançada, basta que você saiba interpretar o mercado imobiliário.

Você já conhecia a relação entre a dependência do crédito no mercado imobiliário e os seus investimentos? Se você está disposto a investir em imóveis, confira a nossa planilha de Análise de Investimentos em Imóveis na Planta e até a próxima. 

0
master
master
Posts Relacionados