6 conceitos que você deve conhecer para investir em imóveis

Crise x Oportunidade: qual o seu foco como investidor imobiliário?

A crise é vista como o grande mal que assola o mundo dos investimentos. E é verdade que ela traz diversas condições negativas para a economia, que acabam impactando tanto nas transações de comércio quanto na vida das pessoas – normalmente, significando tempos difíceis para todos. Além disso, é comum que estas consequências atinjam, também, o investidor imobiliário, fazendo com que ele tenha prejuízos vendo a queda na demanda pelos imóveis que a crise proporciona.

No entanto, mesmo nos momentos de crise, é possível encontrar boas oportunidades, inclusive no mercado de imóveis. E o investidor imobiliário preparado e atento pode ver, em meio a toda esta instabilidade, muitos negócios bem-sucedidos esperando para ter o seu potencial explorado.

Basicamente, tudo é uma questão de perspectiva, e é sobre isso que vamos falar neste artigo. Confira, a seguir, como a crise pode esconder ótimas oportunidades que podem ser descobertas pelo investidor imobiliário preparado.

Crise: a grande inimiga dos investidores?

A palavra crise causa arrepios na maior parte da população. Ela evoca mau agouro, como o congelamento da economia, o aumento dos preços e diminuição do poder de compra das pessoas. Significa maus tempos para a maior parte dos negócios, e para muitos investidores também – o investidor imobiliário entre eles. Afinal, a crise faz com que as pessoas passem a comprar e consumir menos produtos, inclusive imobiliários, o que diminui a demanda e desvaloriza os imóveis.

No entanto, isto não quer dizer que não há o que fazer senão esperar a crise passar. Mesmo os momentos mais contraditórios, podem oferecer grandes chances de plantar para colher frutos posteriormente. Por isso, é preciso estar sempre atento às oportunidades que nascem das adversidades.

As oportunidades que nascem das adversidades

Todos conhecem a velha história de superar os desafios e dificuldades para, então, receber a recompensa. Com a crise, este roteiro não é diferente. É claro que ela traz muitos impactos negativos para a maior parte dos negócios com o resfriamento da economia e a diminuição do poder de compra dos cidadãos. Muitos investidores, ao ouvirem esta palavra, já começam a contabilizar o seu prejuízo.

No entanto, a crise também pode trazer bons negócios imobiliários para quem está disposto a procurar. Por exemplo, a diminuição da demanda por imóveis, normalmente, faz os preços caírem – o que significa que você pode encontrar ótimas unidades por preços muito abaixo do seu real valor, porque existem poucos investidores dispostos a aplicar o seu dinheiro naquele momento.

Isso pode acontecer, por exemplo, em um cenário em que você se depara com bons imóveis à venda e por ótimos preços, porque o seu proprietário está sentindo os efeitos da crise e está procurando alguém interessado em fazer negócio, pois necessita reverter a sua aplicação em dinheiro corrente novamente. Com a falta de investidores, você pode ajudar o proprietário a se desfazer da sua aplicação ao mesmo tempo em que fecha um ótimo negócio – que tem grande potencial de apresentar uma boa rentabilidade no futuro, graças ao seu baixo preço inicial.

E é isso que um investidor imobiliário preparado é capaz de fazer: encontrar oportunidades de ótimos negócios, mesmo em meio a um cenário de contrariedades para o seu investimento. Para isto, basta estar atento ao seu entorno e focar no potencial dos imóveis – o que nos leva ao próximo ponto.

Não veja as coisas pelo que elas são, e sim o seu potencial

Como vimos, um investidor imobiliário deve sempre procurar o potencial dos negócios. Momentos de crise não são ideais para um investimento: com a queda no poder de compra, normalmente, as pessoas procuram conservar o seu patrimônio, pois sempre há um clima de incerteza de quando a economia voltará a se movimentar normalmente.

Como diz o ditado popular: para bom entendedor, meia palavra basta. Da mesma forma, um bom investidor imobiliário sabe ver, através da aparência de um imóvel ou da impressão inicial de um negócio, o seu potencial de ser bem aproveitado e gerar grandes rendimentos.

O imóvel que citamos no exemplo anterior pode ser uma antiga casa que parece suja e danificada, mas que está em um bairro em crescimento. Com o baixo preço de aquisição, o investidor poderia, com facilidade, realizar mais alguns investimentos para reformar e transformar esta casa antiga em uma clínica, um conjunto de escritórios de advocacia, ou até mesmo uma residência moderna e cheia de estilo – o que vai fazer com que este imóvel, que foi comprado em um estado de depreciação, valorize significativamente e gere uma ótima rentabilidade ao seu investidor.

Grandes oportunidades podem estar escondidas atrás de uma fachada mal cuidada ou uma estrutura desgastada, assim como de um investimento em momento de crise ou recessão.

Pense como um investidor imobiliário

Nem todo o mundo vai ver em um mesmo imóvel uma oportunidade, e é isso que diferencia um investidor imobiliário de uma pessoa sem preparo. Para um investidor, não existe um negócio ruim – apenas inadequado. Afinal, ele sabe que, analisando seu preço, utilização e potencial, qualquer imóvel pode ser uma ótima oportunidade de gerar rendimento: ele precisa apenas de um investidor imobiliário preparado e disposto a explorá-lo.

Neste sentido, o principal critério para analisar um imóvel que parece deteriorado é, primeiramente, o preço. Um bom preço inicial sempre facilita a realização de bons negócios, porque aumenta as chances de conseguir um bom índice de rentabilidade com a valorização do imóvel. Em seguida, é necessário comparar o preço com o potencial de valorização que este apresenta, seja pela qualidade da edificação em si ou do seu entorno.

Lembre-se que mesmo negócios pequenos, que são capazes de render baixas quantias de aluguel ou venda, podem apresentar grandes índices de rentabilidade. Você deve sempre se guiar pelo potencial do imóvel para a sua finalidade – e um investidor imobiliário que tem vários pequenos negócios pode conseguir uma rentabilidade maior do que o investidor que tem apenas um grande negócio.

Não se esqueça de que o sucesso de um investidor imobiliário se justifica pelo seu conhecimento e capacidade de enxergar o real potencial das coisas – desta forma, ele está sempre preparado para aproveitar as oportunidades mais vantajosas que aparecerem, independentemente das circunstancias.

0
master
Posts Relacionados